Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Apr de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 ENFOQUE-Google deve sair ileso de repressão antitruste na Europa - Jornal Brasil em Folhas
ENFOQUE-Google deve sair ileso de repressão antitruste na Europa


BRUXELAS / SAN FRANCISCO (Reuters) - A principal autoridade reguladora antitruste da União Europeia, Margrethe Vestager, adotou a missão de deter supostos abusos anticompetitivos de grandes empresas de tecnologia norte-americanas, ameaçando no mês passado fragmentar o Google, da Alphabet.

Mas uma decisão no mais importante dos três casos antitruste contra o Google --este com o objetivo de diminuir seu domínio sobre os smartphones com sistema operacional Android-- provavelmente mostrará o quão difícil é, mesmo para uma figura política confiável como Vestager, abalar o poder de gigantes dos Estados Unidos.

A decisão final, esperada para os próximos meses, deve envolver uma multa de bilhões de dólares e o fim de cláusulas nos contratos de licenciamento que impedem os fabricantes de smartphones de promover alternativas para aplicativos como o Google Search e o Google Maps, disseram pessoas familiarizadas com as ideias da Comissão Europeia.

A decisão, que deve seguir rigorosamente as recomendações feitas em 2016 logo após o início da investigação, quase certamente deixará o domínio de mercado do Google intacto, porque os incentivos para manter a empresa são muito fortes, afirmam executivos da indústria, analistas e até inimigos.

Robert Marcus, ex-membro da equipe de estratégia móvel da Microsoft e agora sócio-geral da firma de investimentos Quantum Wave Capital, disse que é praticamente impossível que qualquer penalidade da UE mude qualquer coisa para o Google.

O caso traz lições para reguladores na Europa e em outros lugares, à medida que investigam Google, Apple, Facebook e Amazon em práticas que incluem conduta anticompetitiva, evasão fiscal e uma abordagem descuidada com os dados de usuários e discursos de ódio.

Reguladores alemães mostraram que medidas direcionadas podem forçar mudanças na conduta de uma empresa, como nas companhias de mídia social para removerem rapidamente o discurso de ódio. As autoridades fiscais podem fechar brechas e mudar leis para receber mais dinheiro.

Mas estimular a concorrência em mercados onde os produtos e serviços são gratuitos é uma tarefa muito mais difícil.

A Comissão não quis comentar o caso. O Google não respondeu a um pedido de comentário.

(Por Foo Yun Chee e Paresh Dave)

 

Últimas Notícias

Um milhão de indígenas buscam alternativas para sobreviver
Seesp promove encontro de representantes das sedes do Jimi 2018
Agência de Transportes Aquaviários aprova estudos para leilões de terminais no Porto de Cabedelo
Hospital de Trauma de Campina Grande promove Curso de Atualização em Feridas e Curativos
Concurso da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros tem quase 80 mil inscritos
Corpo de Bombeiros inicia Curso de Atendimento à Tentativa de Suicídio
Cuité e Esperança sediam audiências do ODE nesta sexta e sábado
Governo realiza programação do “Abril Verde” com ações preventivas de acidentes de trabalho

MAIS NOTICIAS

 

Mais 2 mil escrituras são entregues no Riacho Fundo II
 
 
Está sancionado projeto que oficializa o modelo como o único de atenção primária no DF
 
 
Buraco do Tatu será bloqueado nas madrugadas de segunda (9) a sábado (14)
 
 
Instituto Hospital de Base vai recorrer da suspensão de processo seletivo de pessoal
 
 
Hospital Veterinário Público inicia atendimentos em Brasília
 
 
Estudantes da rede pública conhecem Embaixada da Sérvia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212