Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polêmica na Alemanha por prêmio a rappers acusados de antissemitismo - Jornal Brasil em Folhas
Polêmica na Alemanha por prêmio a rappers acusados de antissemitismo


A polêmica crescia neste sábado (14) na Alemanha depois que uma dupla de rap acusada de antissemitismo por letras nas quais se comparam com presos de Auschwitz recebeu um prêmio no Dia da Lembrança do Holocausto.

Os rappers alemães Kollegah e Farid Bang fazem referência ao campo de extermínio nazista em sua canção 0815, na qual dizem que seus corpos estão mais definidos que o de um preso de Auschwitz.

Na quinta-feira venceram o prêmio Echo na categoria Hip-Hop/Urbano, após venderem mais de 200 mil cópias de seu álbum Jovem, brutal e belo 3.

Na própria quinta-feira, Israel celebrou o Yom HaShoah, o Dia da Lembrança do Holocausto, em memória dos seis milhões de judeus que morreram nos campos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial.

Os dois rappers disseram que rejeitam qualquer forma de antissemitismo e Kollegah ofereceu ingressos gratuitos por toda a vida para os fãs judeus da dupla.

Mas as letras da música geraram um forte debate na Alemanha, onde a memória dos crimes do nazismo ainda está viva.

O ministro alemão de Justiça, Heiko Maas, disse que tais provocações antissemitas são simplesmente repugnantes. É uma vergonha que este prêmio tenha sido entregue no Dia da Lembrança do Holocausto.

Agora na Alemanha alguém é recompensado por depreciar as mulheres, por exaltar a violência e por fazer piada das vítimas de Auschwitz, disse ao jornal Bild Ronald Lauder, presidente do Congresso Judeu Mundial.

O fato de que responsáveis da indústria musical premiem tais comentários com a desculpa da arte e da liberdade de expressão é escandaloso, declarou Josef Schuster, presidente do Conselho Central de Judeus na Alemanha.

Antes de os rappers vencerem o prêmio Echo, o Comitê Internacional de Auschwitz disse que sua presença na cerimônia de premiação era um tapa na cara dos sobreviventes do Holocausto.

 

Últimas Notícias

Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212