Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Rússia acusa Opaq de manipular resultado de investigação sobre caso Skripal - Jornal Brasil em Folhas
Rússia acusa Opaq de manipular resultado de investigação sobre caso Skripal


O ministro russo das Relações Exteriores afirmou neste sábado (14) que a Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) falsificou os resultados de sua investigação sobre o envenenamento do ex-espião Serguei Skripal para acusar a Rússia.

Segundo o ministro Serguei Lavrov, que disse que a Rússia recebeu as informações de maneira confidencial, o laboratório suíço de Spiez, especializado em ameaças químicas, enviou à Opaq os resultados de suas análises a partir de amostras coletadas em Salisbury (sul da Inglaterra), onde foram envenenados Skripal e sua filha.

Segundo os resultados das análises, foi descoberta a substância BZ em todas as amostras, declarou Lavrov em coletiva de imprensa. Essa substância estava disponível no Reino Unido, nos Estados Unidos e em outros países da Otan. Nunca foi usada nem na URSS nem na Rússia, acrescentou.

O BZ não é mencionado no relatório da Opaq. Queremos saber o motivo pelo qual essa informação, que reflete as conclusões dos especialistas do laboratório de Spiez, foi omitida no documento, acrescentou o chefe da diplomacia russa.

E se a Opaq negar sua colaboração com o laboratório de Spiez, será interessante ouvir suas explicações, acrescentou Lavrov.

A Opaq anunciou na quinta-feira que as análises de laboratório confirmam as descobertas do Reino Unido em relação à identidade da substância química tóxica usada em Salisbury para envenenar Serguei Skripal e sua filha Yulia em 4 de março.

A substância química é de grande pureza, detalhou a organização, sem chegar a estabelecer responsabilidades neste caso em que Londres acusa Moscou, que defende sua inocência.

O envenenamento de Serguei e Yulia Skripal provocou uma grave crise diplomática entre Rússia, de um lado, e Reino Unido e seus aliados ocidentais de outro, levando à maior onda de expulsões trocadas de diplomatas da história.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio entrega título de Cidadã Goiana a cantora Joelma
Fundo Nacional do Idoso é aprovado na Câmara
Aval do TCU é suficiente para cessão onerosa, dizem técnicos da Corte
Acordo possibilitará investimentos privados em segurança pública
Vazamento de óleo afetará reprodução da fauna em mangue, diz ONG
Temer e Bolsonaro lamentam tragédia em Campinas
Jungmann coloca PF à disposição para apuração de caso de Campinas
Ministro da Cultura inicia comemorações aos 200 anos da independência

MAIS NOTICIAS

 

Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
 
 
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
 
 
Diálogo Brasil debate projeto Escola sem Partido
 
 
Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social
 
 
Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus
 
 
ONG homenageia policiais militares mortos no estado do Rio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212