Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Pentágono afirma que atingiu com sucesso todos os alvos na Síria - Jornal Brasil em Folhas
Pentágono afirma que atingiu com sucesso todos os alvos na Síria


Os ataques seletivos realizados por forças dos Estados Unidos, França e Grã-Bretanha na Síria conseguiram atingir os alvos que foram estabelecidos e atrasarão o programa sírio de armas químicas em anos, afirmou neste sábado o Pentágono.

Nós atingimos com sucesso todos os alvos, disse a porta-voz do Pentágono, Dana White, contra-atacando a versão da Rússia de que dezenas de mísseis foram interceptados.

Para ela, os ataques foram justificados, legítimos e proporcionais.

As operações militares foram uma reposta à alegada responsabilidade do governo da Síria pelo uso de armas químicas na semana passada na cidade de Duma, em Ghuta Oriental.

Nós não buscamos um conflito na Síria, mas não podemos permitir violações tão graves da lei internacional, completou a porta-voz em uma entrevista coletiva.

O general Kenneth McKenzie, também presente na entrevista coletiva, afirmou que três locais que são componentes fundamentais da infraestrutura de armas químicas do regime foram atingidos

Ao ser questionado se as instalações serviam para produzir gás sarin ou cloro, McKenzie apenas comentou que se tratava um pouco dos dois.

A operação foi precisa, esmagadora e eficaz, completou o general, antes de afirmar que isto vai atrasar o programa sírio de armas químicas em anos

De acordo com o general McKenzie, as defesas antiaéreas da Rússia na Síria não foram utilizadas.

O exército russo afirmou neste sábado que o sistema antiaéreo da Síria interceptou 71 dos 103 mísseis de cruzeiro lançados pelos três países ocidentais.

McKenzie disse que os mísseis sírios de interceptação foram lançados quando os ataques dos três países ocidentais já haviam acabado.

O Pentágono justificou a decisão de não apresentar qualquer evidência da suposta responsabilidade síria em Duma, alegando que obteve esta certeza por meio de ações de inteligência e, portanto, a informação é confidencial.

Isto está relacionado com a inteligência. Ficarei feliz de mostrar evidência quando eu puder. Mas temos muita confiança na decisão que tomamos, disse White.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212