Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Plataforma chinesa Weibo censura conteúdos sobre homossexualidade - Jornal Brasil em Folhas
Plataforma chinesa Weibo censura conteúdos sobre homossexualidade


O anúncio da rede social chinesa Weibo de que eliminará conteúdo homossexual da popular plataforma gerou uma onda de queixas na Internet, neste sábado (14), com a hashtag #EuSouGay.

A Weibo disse na sexta-feira em comunicado que havia começado uma campanha de limpeza para eliminar conteúdo ilegal, incluindo mangás e vídeos com implicações pornográficas, que promovam a violência, ou (relacionados com a) homossexualidade.

Esse é o mais recente exemplo da repressão do Partido Comunista, no poder, para retirar da Internet qualquer conteúdo que se afaste dos valores centrais do socialismo.

Além de verificar a Internet, as autoridades chinesas obrigam os sites a ter seus próprios censores.

Sob a liderança do presidente Xi Jinping, a censura se reforçou no país.

A campanha anunciada pela Weibo, de três meses de duração, também aponta para os vídeo-games violentos como Grand Theft Auto, disse a Weibo em sua conta oficial.

A popular plataforma, similar ao Twitter e que conta com 400 milhões de usuários ativos por mês, indicou que estava aplicando a nova lei sobre cibersegurança na China e que na noite de sexta-feira já havia eliminado 56.240 elementos.

Ao meio-dia de sábado, cerca de 170 mil usuários da Weibo haviam empregado a hashtag #EuSouGay para protestar contra o anúncio, antes de ser aparentemente proibido pela plataforma.

Não pode existir homossexualidade no socialismo? É incrível que a China progrida econômica e militarmente, mas regresse ao período feudal em termos de ideias, disse um dos usuários.

Como se estreitou tanto a opinião pública nos últimos dois anos?, se questionou outro.

A China descriminalizou a homossexualidade em 1997, mas as atitudes conservadoras continuam sendo generalizadas.

Muitas mensagens de protesto foram apagadas.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212