Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Embaixadora dos EUA diz que país proporá novas sanções à Rússia - Jornal Brasil em Folhas
Embaixadora dos EUA diz que país proporá novas sanções à Rússia


Devem ser anunciadas hoje (16) novas sanções por parte do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos contra a Rússia. A informação é da embaixadora dos Estados Unidos perante as Nações Unidas em Nova York, Nikki Harley. As sanções seriam uma resposta de Washington ao Kremlin, sob a alegação de que o governo russo estaria apoiando o uso de armas químicas pelo regime sírio contra civis.

O anúncio acontece depois de a Organização para a Proibição de Armas Químicas (Opaq) afirmar que seu acesso a alguns locais na cidade síria de Duma, para confirmar ou não um ataque químico, não foi autorizado. Os inspetores chegaram à cidade de Duma no último sábado (14), para inspecionar se foram ou não usadas armas químicas no ataque do dia 7 de abril

A informação foi divulgada via Twitter, na conta oficial da delegação britânica. “Acesso sem restrições é essencial. Rússia e Síria precisam cooperar, diz o texto, acusando os dois países de impedir a acesso dos especialistas.

A Rússia alegou que o ataque aéreo de sexta-feira (13), realizado em conjunto por Estados Unidos, França e Reino Unido, em Damasco e em Holms, provocou a demora no acesso aos locais a serem inspeciados na cidade de Duma.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, o vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Ryabkov, afirmou que os inspetores não terão permissão para acessar o local até que tenham uma licença apropriada da Organização das Nações Unidas.

Kenneth Ward, o embaixador dos Estados Unidos na Organização para a Proibição de Armas Químicas, disse que militares russos estiveram no local do ataque de Duma dias antes de a Opaq chegar a Damasco e que suspeita de o local pudesse ter sido adulterado.

O ministro russo das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, respondeu, em declaração à BBC: Posso garantir que a Rússia não adulterou o local. Lavrov defendeu ainda que o ataque a Duma foi forjado.

Edição: Lidia Neves

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza
 
 
Bolsonaro cancela agendas no Congresso Nacional
 
 
PRF apreende 160 quilos de cocaína que abasteceria o Complexo da Maré
 
 
Mercosul aprova proposta para perseguição policial transfronteiriça
 
 
Temer designa equipe para vistoriar locais atingidos no RJ

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212