Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ministério encaminha venezuelanos para o mercado de trabalho - Jornal Brasil em Folhas
Ministério encaminha venezuelanos para o mercado de trabalho


O Ministério do Trabalho está atuando no processo de inserção de imigrantes venezuelanos no mercado de trabalho. O objetivo é dar suporte e garantir direitos às pessoas que chegaram ao Brasil fugindo da crise econômica no país vizinho. “Estamos trabalhando para inserir esses imigrantes no mercado e evitar que fiquem em condições degradantes nas cidades brasileiras”, explica o secretário de Políticas Públicas de Emprego do Ministério, Igor Franco, que esteve em Boa Vista e em São Paulo nesta terça-feira (17), tratando do assunto.

Na capital paulista, o secretário visitou o Centro Temporário de Acolhimento (CAT) de São Mateus, na Zona Leste, para conhecer as instalações da Prefeitura onde está a maioria dos venezuelanos que chegaram de Roraima. Com apoio do gerente regional do Trabalho e Emprego de Santo André, Helcio Ceccheto Filho, o chefe da SPPE verificou o trabalho de cadastro e entrega das carteiras de trabalho aos imigrantes. “Estamos garantindo o encaminhamento deles à rede do Sistema Nacional de Emprego (Sine), para ajudá-los a conseguir um emprego”, informou Franco.

Lojistas - De lá, o secretário seguiu para a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de São Mateus, onde se reuniu com o presidente da entidade, Marcelo Doria. O objetivo do encontro foi viabilizar a doação de material para ajudar no acolhimento aos imigrantes, como roupas e cobertores, além de verificar a possibilidade de inserção dos trabalhadores venezuelanos em vagas de emprego no setor lojista.

Desde o fim de março, 161 venezuelanos chegaram a São Paulo, vindos de Roraima, depois de um acordo firmado entre a Prefeitura de São Paulo, o Governo Federal e o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR). Novos grupos devem chegar nos próximos dias, totalizando 300 pessoas. Nesta quarta-feira, o secretário realizará a mesma ação em Cuiabá, para onde foram levados outros 80 venezuelanos.

Igor Franco lembra que a transferência foi necessária diante da “saturação” verificada em Boa Vista, onde os imigrantes estão abrigados em praças e alojamentos improvisados. “Estivemos na capital de Roraima para também viabilizar estrutura e ajudar no encaminhamento para empregos, mas o mercado de Boa Vista não tem condições de receber tantas pessoas”, destaca o secretário.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212