Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Após chuvas fortes, barragens se rompem e duas crianças morrem em Paragominas - Jornal Brasil em Folhas
Após chuvas fortes, barragens se rompem e duas crianças morrem em Paragominas


A prefeitura de Paragominas, no Pará, decretou estado de calamidade pública por causa dos danos causados pelas fortes chuvas, enxurradas e alagamentos que atingiram o município desde a madrugada de ontem (12). Duas crianças morreram. O rompimento de pelo menos três barragens na região contribuiu para o aumento do volume de água. O nível do Rio Uraim, o principal do município, se elevou em 4 metros.

Casas foram atingidas pelas águas em 14 bairros da cidade, mais de 350 famílias foram afetadas e aproximadamente 100 estão desabrigadas. A enxurrada também rompeu a rodovia PA-256, exatamente no trecho que havia sido recuperado e liberado para o trânsito no início desta semana pelo governo estadual. Várias rodovias do estado tiveram problemas por causa da chuva.

Segundo a prefeitura, as chuvas já diminuíram hoje (13) e o nível do rio está baixando.

Rompimento de barragens

Ontem (12), equipes da prefeitura fizeram um sobrevoo pela cidade e detectaram o rompimento de pelo menos três barragens de rio em propriedades particulares usadas, por exemplo, para criação de peixes.

A Secretaria de Meio Ambiente de Paragominas está fazendo um levantamento sobre a situação dessas barragens para confirmar quantas se romperam e avaliar se ainda existe risco.

O governo do estado e o Ministério Público do Pará também acompanham a situação.

Assistência à população

A prefeitura de Paragominas disponibilizou pontos de abrigo na cidade, nas escolas Maria da Silva Nunes, Salmonozor Brasil, Reginaldo Souza Lima, Amilcar B. Tocantins e Sonia M Terzella; no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) Camboatã; e no Ginásio de Esportes. As pessoas que tiveram suas casas invadidas pela água da chuva podem se dirigir a esses locais.

A Secretaria de Assistência Social também está realizando o cadastro das famílias atingidas para que possam receber benefícios do governo ou doações. O atendimento é feito na sede da secretaria e nos CRAS Morada do Sol (Casequinha), Jaderlândia e Camboatã.

Segundo a Defesa Civil do estado, 21 municípios registram situação de emergência por causa das chuvas no Pará. A situação persiste desde o mês de dezembro, quando foram registrados alagamentos, enxurradas e inundações.

Edição: Lílian Beraldo

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212