Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Prefeitura multa pichadores do Pateo do Collegio em R$ 10 mil cada - Jornal Brasil em Folhas
Prefeitura multa pichadores do Pateo do Collegio em R$ 10 mil cada


A prefeitura de São Paulo multou dois autores identificados pela pichação na fachada do Pateo do Collegio, no centro histórico da capital paulista, ocorrida no último dia 10. Cada um deles foi multado em R$ 10 mil, depois de serem detidos e identificados pela Polícia Civil como responsáveis pela pichação.

De acordo com a secretaria das prefeituras regionais, após o recebimento da notificação, o infrator tem prazo de 30 dias para pagar a multa. Após o vencimento, o débito será inscrito em dívida ativa. O infrator, em prazo determinado, pode também apresentar uma defesa, que será analisada e a decisão, publicada no Diário Oficial da Cidade. Depois de cadastrada, será expedida nova notificação ao infrator, da qual constará a data máxima para pagamento ou interposição de recurso dirigido ao prefeito regional.

Outra possibilidade é a assinatura de um Termo de Compromisso de Reparação da Paisagem Urbana que, quando cumprido integralmente, acarreta no cancelamento da multa. Neste termo constará o prazo, a descrição e o cronograma para o reparo.

Os trabalhos de recuperação da fachada foram iniciados ontem (16). Segundo a Companhia de Jesus, responsável pelo prédio, pelos menos 100 voluntários participavam do mutirão de pintura que deve durar uma semana.

Como se trata de uma reprodução da escola jesuíta original, refeita na década de 1970, não serão necessários cuidados especiais de restauração. Serão encarados como patrimônio apenas os elementos arquitetônicos, como os frontões, o beiral de pedra, os azulejos e a parte de madeira das janelas.

Na sexta-feira (13), a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que foram interrogados dois dos três investigados pelo crime ambiental de pichação. Eles escreveram em letras vermelhas “olhai por nois” [sic].

Durante o interrogatório, os investigados alegaram motivação ideológica para as pichações no Pateo do Collegio. Eles também assumiram a autoria de pichações do Monumento às Bandeiras e da Estátua de Borba Gato.

Edição: Lílian Beraldo

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212