Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Engajamento das futuras gerações é o principal legado do Fórum da Água - Jornal Brasil em Folhas
Engajamento das futuras gerações é o principal legado do Fórum da Água


Há um mês, no dia 18 de março, o 8º Fórum Mundial da Água começava em Brasília com o objetivo de colocar a água no topo da agenda política e da sociedade. Para o diretor da Agência Nacional de Águas (ANA) e diretor executivo do fórum, Ricardo Andrade, o objetivo foi alcançado e a participação popular e o engajamento social nas discussões de preservação e gestão dos recursos hídricos são os principais legados do evento.

Cerca de 120 mil pessoas estiveram nos espaços do 8º fórum, mas Andrade destaca o envolvimento dos 3,5 mil professores. “Esse envolvimento resultou na presença de mais de 58 mil crianças. Talvez esse seja o principal legado, o engajamento das futuras gerações, tomando conhecimento das importantes decisões sobre os recursos hídricos, que ainda não estão claras pra eles, mas as preocupações estão lá, questões de uso consciente e do cuidado com o meio ambiente”, disse. “São as pequenas informações que ficam na mente dessas crianças, que amanhã estarão encarregadas de cuidar desse patrimônio tão importante”.

Segundo Andrade, nos próximos meses, a equipe do fórum publicará um relatório com todas as informações do evento, como investimentos feitos e resultados alcançados. Ele explicou que não há uma mensagem final única, mas foram feitos alguns manifestos e declarações durante os processos de discussões. Todos esses documentos já estão disponíveis no site do fórum.

“A nossa intenção era promover troca de experiências, boas práticas, debates, contribuições, toda a agenda do fórum foi conduzida para que isso acontecesse”, disse o diretor da ANA, ressaltando que mais de 300 mil contribuições foram feitas na plataforma do evento durante processo preparatório. “Em todas as sessões tínhamos mulheres e jovens trazendo todas as perspectivas e, junto com empresários, governantes e cidadão comuns, debatendo aquilo que é possível ser replicado na gestão de recursos hídricos. É um evento de engajamento”, explicou.

A próxima edição do fórum será realizada em Dacar, no Senegal, e, para Andrade, não se permitirá mais um fórum sem a participação da sociedade. Dos 120 mil participantes do 8º fórum, 110 mil estiveram na Vila Cidadã e na Feira, espaços com acesso gratuito à população.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212