Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Abr de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Paraíba continua a registrar queda de assassinatos e 1º trimestre tem redução de 7,5% - Jornal Brasil em Folhas
Paraíba continua a registrar queda de assassinatos e 1º trimestre tem redução de 7,5%


O Estado da Paraíba continua sendo o único do Brasil a reduzir o índice de homicídios de forma consecutiva durante seis anos e ainda no 1º trimestre de 2018, quando mais uma queda no registro de assassinatos foi contabilizada pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social, resultante das ações de enfrentamento da violência, desenvolvidas pelas Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros. Os números foram divulgados na manhã desta quarta-feira (18), durante reunião de monitoramento da segurança pública, que contou com a presença do governador Ricardo Coutinho.

De acordo com o Núcleo de Análise Criminal e Estatística (Nace) da pasta, como resultados foram contabilizados nesses três meses 319 casos de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) – homicídios dolosos ou quaquer outro crime doloso que resulte em morte, o que representa uma redução de 7,5% nos registros. De janeito a março do ano passado, foram 345 ocorrências de CVLI na Paraíba.

“Essas reuniões são fundamentais para que a missão das polícias na busca da redução dos homicídios tenha continuidade. É uma batalha diária, mas os homens e mulheres das forças da segurança têm se empenhado e com estratégias definidas tentam combater com firmeza a criminalidade”, comentou o governador Ricardo Coutinho.

O secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, enfatizou que o objetivo das forças de segurança é combater a criminalidade e prestar um serviço cada vez melhor para a população. “Tivemos um primeiro trimestre positivo em 2018, o que mostra que dá para ter bons resultados com muito trabalho e empenho. Mas sabemos que podemos fazer mais pela segurança na Paraíba, por isso temos que manter o trabalho integrado e forte no combate à violência”, avaliou.

Ainda segundo o Núcleo, em números absolutos, a Paraíba teve 1.680 casos de assassinatos em 2011, registrando a primeira redução em 2012 (8,2%), o que se seguiu até 2017, com 1.284 ocorrências de crimes contra a vida. No cenário nacional, em 2017 a queda foi de 3% nesse tipo de ocorrência, enquanto estados que fazem divisa com a Paraíba tiveram aumento de registros: Ceará (43%), Rio Grande do Norte (20%) e Pernambuco (21%).

Redução em 10 áreas integradas – O relatório produzido pela Secretaria da Segurança e da Defesa Social ainda aponta que das 22 Áreas Integradas de Segurança Pública (Aisp) previstas na Lei de Compatibilização de Áreas (LC 111/2012), que prevê a responsabilização territorial aos gestores da pasta, dez tiveram redução no número de assassinatos: zona oeste de Campina Grande (-16); zona norte de Campina Grande (-8); Catolé do Rocha (-7); Princesa Isabel (-6); Alhandra (-5); zona sul de João Pessoa (-5); Picuí (-5); Cabedelo (-3); Sousa (-3); Itabaiana (-2).

Também participaram da reunião o comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, o delegado geral da Polícia Civil, João Alves, o comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Jair Carneiro, o secretário da Administração Penitenciária, Wagner Dorta, o chefe da Casa Militar, Anderson Pessoa, o superintendente do Detran-PB, Agamenon Vieira, e outras autoridades.

 

Últimas Notícias

Ex-presidente do Peru tenta se matar ao receber ordem de prisão
Ex-presidente do Peru está em estado grave após tentativa de suicídio
Governo argentino lança pacote de medidas para combater inflação
PRF apreende no Rio 300 mil maços de cigarros contrabandeados
Famílias de baixa renda de Brumadinho recebem auxílio emergencial
Governo autoriza uso da Força Nacional para segurança na Esplanada
Chega a 18 número de mortos no desabamento no Rio de Janeiro
Fachin pede manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - EXPEDIENTE