Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Minas Gerais permanece na vice-presidência do Pacto Integrador de Segurança - Jornal Brasil em Folhas
Minas Gerais permanece na vice-presidência do Pacto Integrador de Segurança


Minas Gerais segue na vice-presidência do Pacto Integrador de Segurança Pública Interestadual – uma rede formada por estados que buscam a prevenção e a repressão de crimes nas regiões de divisas. Em reconhecimento aos trabalhos desenvolvidos, o secretário de Estado de Segurança Pública, Sérgio Barboza Menezes, foi reeleito para a função, juntamente com o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves, que agora é o novo presidente.

“O Pacto de Segurança fomenta a integração que já desenvolvemos em Minas Gerais, fortalecendo os elos interestaduais. Estamos estruturando também Pactos regionais, que atuarão dentro de demandas específicas das regiões brasileiras”, destaca Menezes.

A votação aconteceu durante a 65ª reunião do Colégio de Secretários de Segurança Pública (Consesp), realizada entre os dias 9 e 12 de abril, em São Paulo. O recém-nomeado ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e do secretário nacional de Segurança Pública, Carlos Alberto Cruz, também participaram do encontro.

O ministro disse que manterá interlocução permanente com o Consesp, em razão de sua importância.

Novas adesões

O Pacto Integrador representa o maior colegiado de Segurança Pública voltado ao planejamento e à ação conjunta. Durante o encontro do Consesp, o número de estados membros foi ampliado de 17 para 20, após três adesões: Rio Grande do Sul, Paraíba e a nova presidência, São Paulo.

Minas Gerais, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Tocantins, já integravam o colegiado. Com os novos parceiros, o Pacto conta hoje com 80% das unidades da federação, que trabalham de forma integrada para enfrentar o crime organizado no país.

Por meio do Pacto, os estados compartilham informações de inteligência, que permitem a atuação cooperativa entre as forças policiais para além das fronteiras, de forma a combater o tráfico de drogas e de armas, o roubo de veículos e de cargas e os assaltos a instituições financeiras. Além disso, há uma agenda política que inclui sugestões para mudanças nas leis penais, em prol da redução da impunidade e da reestruturação do sistema penitenciário do país.

Susp

Um dos principais temas levantados pelo Consesp foi o Sistema Único de Segurança Pública (Susp), que teve o texto-base do projeto de lei aprovado pela Câmara dos deputados na quarta-feira (11/4). O projeto prevê a troca de informações e o trabalho conjunto das forças de segurança nas esferas federal, estadual e municipal.

O grupo discutiu e avaliou sugestões de emendas que pudessem fortalecer o Susp.

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212