Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Portaria Unificada registra seu centésimo flagrante de ilícitos no Complexo Penitenciário São Luís - Jornal Brasil em Folhas
Portaria Unificada registra seu centésimo flagrante de ilícitos no Complexo Penitenciário São Luís


A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) registrou, no último domingo (15), a centésima apreensão de ilícitos coibidos pela Portaria Unificada. Em quase um ano e meio, foi impedida a entrada de 5.771 gramas de maconha nas cinco unidades prisionais beneficiadas com a PU.

“O investimento feito pelo governador Flávio Dino na segurança prisional do estado já colocou o Maranhão entre as referências do país, e os números provam isso. Em 2014, registrou-se 61 homicídios intramuros, enquanto que, em 2017, esse quesito foi zerado”, destaca o secretário da Seap, Murilo Andrade de Oliveira.

Das 100 pessoas presas em flagrante, tentando entrar com objetos ilícitos nos estabelecimentos prisionais que integram o Complexo Penitenciário São Luís, nesse período, a grande maioria é do sexo feminino. Ao todo foram 98 mulheres e dois homens flagradas e presos.

O ilícito de número 100, registrado no fim de semana, foi de 72 gramas de substância semelhante a maconha. A droga estava em posse de um homem de 29 anos, que supostamente levaria a droga para um interno da Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 2 (UPSL 2).

O visitante e a droga apreendida foram levados pelos Agentes Estaduais de Execução Penal, lotados na Supervisão de Segurança Interna (SSI) da Seap, para a Delegacia Especial da Cidade Operária (Decop). Lá foram realizados os procedimentos de praxe pelo delegado de plantonista.

Além de drogas, a SSI, responsável pelo Controle de acesso à Portaria Unificada, impediu, ao longo de 1 ano e 5 meses, interceptou a entrada de 13 aparelhos celulares, 4 carregadores de celular, 19 chips de celular; 1 fone de ouvido; e 1 pen driver. Um total de 26 servidores atua na Portaria Unificada.

“Os agentes fazem, diariamente, a revista dos servidores e dos visitantes, bem como dos materiais levados por estes. Toda essa inspeção é feita por meio de equipamentos como: body scan, esteiras de raios-X, pórticos, bancos e raquetes detectores de metais, e câmeras de segurança”, explica o supervisor da SSI, Fredson Maciel.

Quando completou um ano de sua inauguração, a Portaria Unificada registrou mais de 41 mil entradas de visitantes nas unidades prisionais beneficiadas. Além de presas, as pessoas flagradas tiveram o benefício da visita suspenso por até 360 dias, conforme Portaria Nº 819/2017, que regulamenta a gestão das PU’s.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212