Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Coreia do Norte busca desnuclearização, diz líder sul-coreano - Jornal Brasil em Folhas
Coreia do Norte busca desnuclearização, diz líder sul-coreano


O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In, disse hoje (19) que a Coreia do Norte expressou compromisso com a “desnuclearização completa”. Ele acrescentou que Pyongyang não está impondo condições para que este processo seja iniciado. As declarações foram dadas depois de o presidente Donald Trump ter dito que o encontro entre Estados Unidos (EUA) e Coreia do Norte só acontecerá se for frutífero”.

Trump afirmou nessa quarta-feira (18), em uma coletiva ao lado do primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, que as conversas entre Washington e Pyongyang estão avançando positivamente, mas que o país pode não realizar a cúpula com os norte-coreanos caso perceba que pode não alcançar os resultados esperados - a completa desnuclearização.

A Coreia do Sul também manifestou no começo da semana que quer aproveitar o encontro para reestabelecer o diálogo na península coreana.

Durante um almoço com jornalistas na capital, Moon afirmou que acordos abrangentes de desnuclearização, o estabelecimento de um regime de paz e a normalização das relações entre as duas Coreias e os EUA não deveriam ser difíceis de alcançar por meio de cúpulas intercoreanas e entre Pyongyang e Washington.

As declarações foram repercutidas pela imprensa local e internacional. “Não acho que a desnuclearização tenha significados diferentes para as Coreias do Sul e do Norte. O Norte está expressando o desejo de uma desnuclearização completa”, frisou.

Segundo o jornal norte-coreano The Cholsonilbo, Moon Jae-In enfatizou que os norte-coreanos não atrelaram nenhuma condição que os EUA não possam aceitar, como por exemplo, uma completa retirada de tropas americanas da Coreia do Sul. Eles só estão falando do fim das políticas hostis à Coreia do Norte, seguido por uma garantia de segurança”.

A Coreia do Norte mantém programas nuclear e de mísseis, o que contraria resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas. Mas não está claro se Pyongyang abdicaria de pedir a retirada de tropas dos EUA da Coreia do Sul. Mais de 28 mil soldados norte-americanos permanecem no país, como herança da guerra na península, que aconteceu entre 1950 e 1953.

O governo norte-coreano já afirmou anteriormente que os EUA deveriam retirar as tropas do Sul, como condição de negociação da desnuclearização.

A imprensa local em Seul também destaca os preparativos da visita do presidente chinês XI Jinping à Pyongyang em junho, encontro em planejamento para acontecer logo após uma eventual reunião entre Trump e Kim Jong-Un.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212