Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Ex-diretor da PDVSA assume culpa por lavagem de dinheiro nos EUA - Jornal Brasil em Folhas
Ex-diretor da PDVSA assume culpa por lavagem de dinheiro nos EUA


Um ex-diretor da petroleira estatal venezuelana PDVSA se declarou culpado nos Estados Unidos de lavagem de dinheiro através de um sistema organizado de propinas, anunciaram nesta quinta-feira (19) as autoridades americanas.

O cidadão venezuelano César Rincón, de 50 anos, reconheceu as acusações em um tribunal federal de Houston, Texas, segundo comunicado do Departamento de Justiça.

Rincón, extraditado da Espanha, onde morava, para os Estados Unidos após sua prisão em outubro de 2017, tem que pagar uma multa de mais de 7 milhões de dólares, que corresponde às somas recebidas por meio deste sistema de propinas. Sua pena será anunciada em 9 de julho.

De acordo com as autoridades americanas, entre janeiro de 2012 e junho de 2013, Rincón e outros cinco diretores da PDVSA e de agências estatais venezuelanas começaram a executar um mecanismo para lavar dinheiro em Caracas.

Na prática, eles pediam subornos a investidores e empresas energéticas, prometendo contratos com a PDVSA em troca.

Cesar Rincón admitiu ter pessoalmente aceitado propinas de Roberto Rincón, de 57 anos, morador do Texas, e de Abraham Jose Shiera, de 54 anos, de Coral Gables, Flórida.

As denúncias foram feitas no âmbito de uma investigação cuja base jurídica é a Foreign Corrupt Practices Act (FCPA), uma lei americana sobre práticas de corrupção no exterior.

O Departamento de Justiça também tem ações contra os quatro cúmplices de Cesar Rincón: Luis Carlos de Leon, de 41 anos; Nervis Villalobos, de 50; Alejandro Isturiz, de 33; e Rafael Ernesto Reiter, de 39. O primeiro foi extraditado em 9 de março da Espanha para os Estados Unidos, enquanto Villalobos e Reiter esperam ser extraditados, e Isturiz, segundo autoridades americanas, continua em liberdade.

Ao todo, 11 pessoas já assumiram a culpa nesta ampla investigação, segundo o departamento.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212