Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Marconi e Rollemberg acompanham ação de agentes de saúde contra o Aedes aegypti - Jornal Brasil em Folhas
Marconi e Rollemberg acompanham ação de agentes de saúde contra o Aedes aegypti


Os governadores de Goiás, Marconi Perillo, e do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, acompanharam, na manhã deste sábado (12/03), no distrito de Vendinha, município de Padre Bernardo (Entorno do DF), a ação dos agentes de saúde e do corpo de Bombeiros do DF e de Goiás no combate aos focos do mosquito Aedes aegypti. O distrito é um dos lugares apontados pelo levantamento da Secretaria de Saúde de Goiás com alto índice de infestação.

Os governadores também discutiram a viabilização de ações conjuntas com intuito de reduzir a quantidade de criadouros do mosquito nos municípios do Entorno do DF, como forma de minimizar a quantidade de casos de Dengue, Chikungunya e Zika na região.

Marconi e Rollemberg foram bem recebidos nas residências visitadas e chegaram a tomar café em uma delas. Acertaram a criação de uma equipe que vai coordenar os trabalhos, com sede no escritório de representação de Goiás em Brasília e também a intensificação da força-tarefa da Patrulha do Desenvolvimento do Governo de Goiás nos municípios do Entorno. A patrulha utiliza maquinários (caminhões, escavadeiras e pás carregadeiras), e atua para eliminar focos do mosquito em locais com altos índices de infestação.

"Em janeiro, os membros da nossa força-tarefa visitaram 1,3 milhão de residências em Goiás atrás de focos do Aedes. Em fevereiro, foram 1,6 milhão de imóveis e, em março, devemos repetir a mesma quantidade. De acordo com dados da força-tarefa, foram eliminamos 60 mil criadouros no Estado.

Considerando que cada criadouro tem potencial para originar mil mosquitos, foi impedido o nascimento de 60 milhões de mosquitos Aedes em Goiás. Com isso, explicou Marconi, a quantidade de municípios com índice de infestação maior do que 4% das residências caiu de 106 para apenas 16 cidades.

Parceria - Rollemberg explicou que o governo do DF vai ajudar no combate ao mosquito na região, destinando 20 caminhões, duas pás mecânicas e 25 aparelhos de fumacê para trabalhar no combate ao mosquito e aos criadouros. "Estamos trabalhando de maneira integrada e esta integração será fundamental", sublinhou.

Ele anunciou também a edição de um edital que destinará R$ 6 milhões para o desenvolvimento de pesquisas acadêmicas na área. "Pretendemos conhecer melhor o ciclo do mosquito e desenvolver vacinas", explicou.

Demandas - Dezenas de populares acompanharam as visitas dos governadores. Fizeram reivindicações verbais e formais, por meio de ofícios. Moradora do distrito de Vendinha, Alessandra Cardoso reclamou para o governador sobre a cor da água que, segundo ela, está turva, devido à obra que a Saneago executa no distrito. Imediatamente, Marconi telefonou para o diretor da Saneago responsável pela região e colocou a moradora para explicar o problema.

"Falei com o diretor e ele me garantiu que até o fim do mês, no mais tardar no início de abril a obra estará concluída e a água voltará à normalidade", contou a moradora. Mesma reivindicação a dona Edilene Lopes fez ao governador, que falou do prazo para solução do problema.

Ao final da visita, Marconi afirmou que o Governo de Goiás vai assumir os hospitais municipais de Águas Lindas e de Santo Antônio do Descoberto para garantir saúde de qualidade à população do entorno do Distrito Federal.

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212