Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 ETA pede perdão pelos graves danos provocados - Jornal Brasil em Folhas
ETA pede perdão pelos graves danos provocados


O grupo separatista basco ETA afirmou que tem consciência da dor e dos graves danos provocados durante sua luta armada e pediu perdão às vítimas, em um comunicado publicado nesta sexta-feira pelo jornal basco Gara, a poucos dias de sua aguardada dissolução.

Provocamos graves danos que não têm retorno. Pedimos perdão a estas pessoas e suas famílias, anuncia a organização no comunicado, em que afirma ter consciência de que neste longo período de luta armada, provocamos muita dor.

Pedimos desculpas de verdade. Estas palavras não solucionarão o ocorrido, nem reduzirão tanta dor. Nós falamos com respeito, sem querer provocar novamente nenhuma aflição, completa a organização.

Criado em 1959 durante a ditadura de Francisco Franco, o ETA tem um histórico de atentados com bomba e assassinatos que deixaram 829 mortos em nome de sua luta armada pela independência do País Basco e Navarra.

Para o governo da Espanha, o pedido de desculpas do ETA demonstra a força do Estado de direito.

Não é mais que outra consequência da força do Estado de Direito que venceu o ETA com as armas da democracia, anunciou o governo liderado pelo primeiro-ministro conservado Mariano Rajoy.

Há muito tempo o ETA deveria ter pedido desculpas de forma sincera e incondicional, completou o governo em um comunicado.

É bom que o grupo terrorista peça perdão às vítimas, porque as vítimas, sua memória e sua dignidade foram determinantes na derrota do ETA.

Mas em seu comunicado, o ETA afirma que não é o único responsável pela dor no País Vasco: O sofrimento imperava antes do nascimento do ETA e continuou depois que o ETA abandonou a luta armada.

O ETA renunciou à luta armada em 2011 e em abril de 2017 entregou suas armas, quando apresentou à justiça francesa uma lista de seus depósitos.

Um membro do Grupo Internacional de Contato (GIC), formado por personalidades de diferentes países para trabalhar pela paz no País Basco, revelou na quinta-feira que o anúncio da dissolução do ETA acontecerá no primeiro fim de semana de maio, no País Basco francês.

O governo espanhol sempre insistiu em exigir a dissolução do ETA. Ao receber a informação na quinta-feira sobre o anúncio de maio, o ministro do Interior, Juan Ignacio Zoido, disse que a organização não receberá nada em troca.

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio promove caminhonetadas em várias regiões de Aparecida
Dia da Árvore: desmatamento vem caindo, mas ainda há desafios
Brincar com os quatro elementos da natureza ajuda a criança a se desenvolver melhor
Meninas que praticam esportes, cuidado com a alimentação!
Indústria paulista fecha 2,5 mil postos de trabalho em agosto
Aneel descarta revisão de bandeira tarifária em conta de luz
BNDES: empréstimos para Cuba e Venezuela não deveriam ter sido feitos
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212