Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia marca para maio reconstituição do assassinato de Marielle - Jornal Brasil em Folhas
Polícia marca para maio reconstituição do assassinato de Marielle


O secretário de Segurança do Estado do Rio de Janeiro, general Richard Nunes, anunciou hoje (21) que a Delegacia de Homicídios (DH) realizará nos primeiros dias de maio uma reconstituição do atentado ocorrido na noite de 14 de março, no centro da cidade, que resultou nas mortes da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes.

Segundo o secretário, que participou, na manhã deste sábado, do desfile cívico em homenagem a Tiradentes, patrono da Polícia Militar, o dia da reconstituição ainda será definido, uma vez que a simulação é complexa e dependerá de uma data com as mesmas circunstâncias da verificada no dia do atentado.
A vereadora Marielle Franco foi morta a tiros dentro de um carro no bairro do Estácio, no centro do Rio - Ricardo Moraes-Agência Reuters (Direitos Reservados)

A vereadora Marielle Franco foi morta a tiros dentro de um carro no bairro do Estácio, no centro do Rio - Ricardo Moraes/Agência Reuters (Direitos Reservados)

“Por isso, não poderemos trabalhar em uma data com condições [climáticas] distintas da do dia do atentado”. A avaliação do secretário é de que a reprodução ajudará muito “na compreensão da dinâmica do crime e a confrontar as diferentes versões das testemunhas”, o que levará a uma visão mais completa do fato e contribuir com as investigações.

Durante a entrevista o general Richard Nunes informou que as forças de segurança do estado estão trabalhando para recuperar a capacidade operacional e que, na próxima semana, estarão sendo entregues à Policia Militar 265 novas viaturas para o patrulhamento ostensivo da cidade.

Ao comentar as recentes ações do setor de inteligência da polícia voltadas para o combate às miliciais, principalmente na zona oeste e Baixada Fluminense, o general Richard Nunes afirmou que ações desse tipo serão intensificadas, a partir do trabalho das delegacias especializadas, em parceria com o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ).

Edição: Armando Cardoso

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212