Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Adolescente britânico é condenado por hackear conta de ex-diretor da CIA - Jornal Brasil em Folhas
Adolescente britânico é condenado por hackear conta de ex-diretor da CIA


Um adolescente britânico que conseguiu hackear as contas de autoridades americanas, incluindo do ex-diretor da CIA John Brennan, foi sentenciado em Londres a dois anos de detenção em um centro para menores infratores.

Durante seu julgamento em janeiro, Kane Gamble, de 18 anos, se declarou culpado de uma dezena de infrações à legislação de segurança informática, cometidas entre junho de 2015 e fevereiro de 2016.

Nesta sexta-feira, sua mãe o acompanhou no Tribunal Criminal de Old Bailey, onde sua sentença foi pronunciada.

Gamble conseguiu, de seu quarto em Coalville, no centro da Inglaterra, obter informações ligando para centrais telefônicas para depois usá-las para hackear contas.

Assim, fez-se passar por John Brennan junto as operadoras de telefonia Verizon e AOL.

Ele então conseguiu obter vários documentos confidenciais da caixa de entrada de e-mails do ex-diretor da CIA que continham informações sobre operações militares e de inteligência no Irã e no Afeganistão.

Kane Gamble também trocou a senha de acesso e, em seguida, assumiu o controle do iPad da esposa de John Brennan, com quem falou ao telefone quando ligou para a operadora AOL.

O jovem também atacou as contas do ex-chefe de Segurança Interna Jeh Johnson, a quem ele telefonou em várias ocasiões, inclusive fazendo a mensagem Você pertence a mim aparecer na tela da televisão da família.

Entre suas vítimas também há assessores do ex-presidente americano Barack Obama, um agente do FBI e a rede do departamento de Justiça, incluindo o documento sobre a explosão da plataforma petrolífera Deepwater Horizon no Golfo do México.

Finalmente, ele foi preso em fevereiro de 2017 a pedido do FBI.

Segundo a acusação, suas ações buscavam apoiar os palestinos e foram motivadas pela morte de civis inocentes.

Seu advogado, William Harbage, argumentou a ingenuidade do adolescente, que nunca quis machucar ninguém.

 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212