Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Merkel e Peña Nieto elogiam livre mercado em meio a tensão comercial com EUA - Jornal Brasil em Folhas
Merkel e Peña Nieto elogiam livre mercado em meio a tensão comercial com EUA


A chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, que enfrentam tensões comerciais com o presidente americano Donald Trump, elogiaram neste domingo (22) um acordo de princípio entre e a União Europeia (UE) e o México para impulsionar os laços econômicos.

O presidente mexicano, que está desde sábado na Alemanha para participar como sócio na feira anual de tecnologia e energia de Hanôver, se mostrou otimista sobre a ideia de alcançar a atualização do Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês), que Trump ameaça romper se não beneficiar mais aos Estados Unidos.

Neste sábado, México e UE alcançaram um acordo de princípio nas negociações da modernização de seu acordo de livre-comércio vigente desde 2000, num contexto marcado pela sombra do presidente americano.

Merkel elogiou o acordo como uma verdadeira boa notícia para Europa, Alemanha e México.

Sabemos que enfrentamos desafios comuns e achamos que a cooperação multilateral pode ser um valor agregado para todos, disse a líder da principal economia da Europa na cerimônia de abertura da Feira de Hanôver.

E é por isso que estamos trabalhando em um acordo de livre-comércio internacional baseado em regras comuns, disse Merkel.

- México livre de protecionismo -

Peña Nieto disse que o México foi, durante muito tempo, uma economia fechada e protecionista, mas se transformou em uma aberta, baseada em exportações, integrada com todo o mundo.

Além disso, estamos otimistas, também, de que vamos terminar a renegociação do Nafta, garantindo benefícios para todos os sócios.

Merkel e Peña Nieto visitarão novamente a feira neste segunda-feira. Ela é a maior do mundo em tecnologia industrial, onde o México é o primeiro país sócio da América Latina, com exibições de mais de 110 empresas e instituições.

O presidente mexicano também visitará Wolfsburgo, onde fica a sede da gigante automotiva alemã Volkswagen, que tem sua segunda maior fábrica em Puebla, no México, antes de continuar sua visita a Europa na Holanda e na Espanha.

Merkel deve viajar nesta quinta-feira a Washington, onde tem vários pontos complicados na agenda diplomática - como o grande superávit comercial da Alemanha com os Estados Unidos e a tarifação das importações americanas de aço, da qual México e UE estão isentos temporariamente até 1 de maio.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212