Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Merkel e Peña Nieto elogiam livre mercado em meio a tensão comercial com EUA - Jornal Brasil em Folhas
Merkel e Peña Nieto elogiam livre mercado em meio a tensão comercial com EUA


A chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, que enfrentam tensões comerciais com o presidente americano Donald Trump, elogiaram neste domingo (22) um acordo de princípio entre e a União Europeia (UE) e o México para impulsionar os laços econômicos.

O presidente mexicano, que está desde sábado na Alemanha para participar como sócio na feira anual de tecnologia e energia de Hanôver, se mostrou otimista sobre a ideia de alcançar a atualização do Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês), que Trump ameaça romper se não beneficiar mais aos Estados Unidos.

Neste sábado, México e UE alcançaram um acordo de princípio nas negociações da modernização de seu acordo de livre-comércio vigente desde 2000, num contexto marcado pela sombra do presidente americano.

Merkel elogiou o acordo como uma verdadeira boa notícia para Europa, Alemanha e México.

Sabemos que enfrentamos desafios comuns e achamos que a cooperação multilateral pode ser um valor agregado para todos, disse a líder da principal economia da Europa na cerimônia de abertura da Feira de Hanôver.

E é por isso que estamos trabalhando em um acordo de livre-comércio internacional baseado em regras comuns, disse Merkel.

- México livre de protecionismo -

Peña Nieto disse que o México foi, durante muito tempo, uma economia fechada e protecionista, mas se transformou em uma aberta, baseada em exportações, integrada com todo o mundo.

Além disso, estamos otimistas, também, de que vamos terminar a renegociação do Nafta, garantindo benefícios para todos os sócios.

Merkel e Peña Nieto visitarão novamente a feira neste segunda-feira. Ela é a maior do mundo em tecnologia industrial, onde o México é o primeiro país sócio da América Latina, com exibições de mais de 110 empresas e instituições.

O presidente mexicano também visitará Wolfsburgo, onde fica a sede da gigante automotiva alemã Volkswagen, que tem sua segunda maior fábrica em Puebla, no México, antes de continuar sua visita a Europa na Holanda e na Espanha.

Merkel deve viajar nesta quinta-feira a Washington, onde tem vários pontos complicados na agenda diplomática - como o grande superávit comercial da Alemanha com os Estados Unidos e a tarifação das importações americanas de aço, da qual México e UE estão isentos temporariamente até 1 de maio.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212