Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Médicos fazem autópsia de cientista palestino assassinado em Kuala Lumpur - Jornal Brasil em Folhas
Médicos fazem autópsia de cientista palestino assassinado em Kuala Lumpur


Os médicos forenses começaram, neste domingo (22), a autópsia do cientista palestino membro do grupo Hamas que foi assassinado a tiros nas ruas de Kuala Lumpur, um crime que sua família atribuiu ao Mossad (serviço de Inteligência israelense) - algo negado por Israel.

Fadi Mohamad al Batsh, de 35 anos, foi abatido a tiros por dois homens armados que circulavam de moto, segundo autoridades malasianas.

Na cena do crime, os policiais registraram 14 balas destinadas à vítima.

O chefe da polícia de Kuala Lumpur, Mazlan Lazim, disse que a investigação estava em curso, a autópsia estava sendo realizada no hospital e o corpo seria entregue à família em seguida.

Neste domingo, o ministro israelense da Defesa, Avigdor Lieberman, afirmou que Israel não estava por trás da morte de Batsh.

Há uma tradição das organizações de terroristas de acusar Israel sempre que há um acerto de contas, afirmou Lieberman neste domingo à rádio pública israelense.

O homem não era um santo, e os acertos de contas entre grupos terroristas e diferentes facções são normais, expressou. Imagino que esse seja o caso aqui também.

O ministro malasiano do Interior, Ahmad Zahid Hamidi, foi citado pela agência estatal Bernama dizendo que Batsh era um engenheiro elétrico e especialista na fabricação de foguetes.

Batsh era casado e tinha três filhos. Morava na Malásia há dez anos.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212