Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 6 em cada 10 brasileiros colocam dinheiro na poupança - Jornal Brasil em Folhas
6 em cada 10 brasileiros colocam dinheiro na poupança


SÃO PAULO - Apesar dos sinais mais claros de retomada da economia, terminar o mês com sobras de dinheiro ainda tem sido tarefa difícil para o consumidor. A parcela de brasileiros que conseguiu guardar dinheiro caiu de 18% em janeiro para 16% em fevereiro, segundo levantamento do SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas). É o percentual mais baixo da série histórica, que tem início em dezembro de 2016.

Em média,o valor poupado foi de R$ 498,81. Tradicionalmente, a poupança segue como o destino mais popular do dinheiro dos brasileiros: 60% depositam seus recursos na caderneta. Outro destino frequente é a conta corrente, com 16% de citações. O levantamento detectou também que em cada 10 poupadores, dois deixam o dinheiro guardado em casa, opção que oferece riscos - além de não render juros, não é segura para o poupador.

Esses poupadores que mantêm o dinheiro em casa, na conta corrente ou mesmo na poupança afirmam que a principal razão para essa escolha foi o fato de não ter dinheiro suficiente para investir em outra modalidade - motivo citado por 24% deles. Outra razão foi a preferência por ter o dinheiro disponível em lugar fácil de retirar (23%). A falta de conhecimento também foi destacada por 19%, seguida pelo costume em guardar nas modalidades tradicionais (15%).

Para os especialistas do SPC Brasil, a preferência majoritária pela poupança ou por guardar dinheiro em casa comprova que, mesmo entre aqueles que possuem reserva financeira, não há muita familiaridade com aplicações mais rentáveis e adequadas para os objetivos que se tem em mente.

Quem precisa de dinheiro com liquidez diária, ou seja, que possa ser sacado a qualquer momento sem prejuízos, uma opção mais rentável que a poupança é o Tesouro Selic, em que o aporte mínimo é de R$ 94,66 nesta segunda-feira (23), valor muito abaixo dos R$ 498,81, em média, poupados.

Com uma aplicação única de R$ 100, o Tesouro Selic - investimento super conservador - rende mais que a poupança em 12 meses. Com aportes de R$ 100 mensais, os ganhos do título público também superam a caderneta. Ou seja, os números invalidam as justificativas dos poupadores pesquisados, deixando em evidência a falta de informação sobre investimentos dos brasileiros em geral.

 

Últimas Notícias

Instituições financeiras reduzem previsão de déficit primário em 2018
Valor do seguro obrigatório cairá 63,3% em 2019
Eletrobras: suspensão de leilão se estende a Amazonas Energia
BNDES voltará a subscrever ações de empresas
Juros do cheque e empréstimo pessoal em 2018 foram menores que em 2017
São Paulo fecha ano com 9,9 milhões de empregos formais no comércio
Governo libera 100% de capital estrangeiro nas aéreas nacionais
BNDES fecha o ano com desembolsos de R$ 71 bilhões

MAIS NOTICIAS

 

Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões
 
 
Câmara aprova incentivos fiscais a Sudene, Sudam e Centro-Oeste
 
 
Governadores discutem hoje segurança pública; Moro deve participar
 
 
Doria diz a Moro que estados precisam de recursos para a segurança
 
 
João de Deus afirma estar à disposição da Justiça
 
 
CGU recupera R$ 7,23 bilhões para os cofres públicos este ano

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212