Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Confirmada morte de estudantes de cinema desaparecidos no México - Jornal Brasil em Folhas
Confirmada morte de estudantes de cinema desaparecidos no México


Três estudantes de cinema que estavam desaparecidos no oeste do México há mais de um mês foram assassinados, confirmou nesta segunda-feira (23) a promotoria do estado de Jalisco, um caso que gerou protestos populares e de famosos cineastas mexicanos.

Os jovens Salomón Aceves Gastélum (25), Daniel Díaz (20) e Marco Ávalos (20) foram sequestrados e torturados antes de morrer e os assassinos teriam tentado se livrar de seus corpos dissolvendo-os em ácido, explicou Lizette Torres, chefe de investigação da promotoria em coletiva de imprensa.

A funcionária explicou que embora ainda estejam sendo analisadas as provas coletadas na casa onde foram encontrados os restos mortais, os indícios localizados e encontrados nos fazem inferir logicamente que se tratam dos três jovens estudantes de cinema da privada Universidade de Meios Audiovisuais.

Os três jovens foram vistos pela última vez quando voltavam para casa após uma filmagem na localidade de Tonalá, onde foram interceptados por indivíduos armados, que os levaram à força em dois veículos.

Supõe-se que os autores do crime seriam integrantes do Cartel Jalisco Nova Geração (CJNG), uma das organizações mais poderosas do narcotráfico no México, segundo as autoridades.

As investigações, que incluem os testemunhos de dois supostos membros do CJNG detidos, indicam que a tia de um dos estudantes estaria vinculada a uma organização rival, denominada cartel Nova Praça.

Torres esclareceu, no entanto, que não se acredita que nenhum dos jovens tivesse vínculos com algum cartel criminoso.

O desaparecimento dos três jovens gerou vários protestos no estado, organizadas principalmente por estudantes que exigiam seu retorno com vida e reclamavam da corrupção das autoridades.

Os cineastas mexicanos premiados com o Oscar Guillermo del Toro - originário de Guadalajara -, Emmanuel Lubezki e Alfonso Cuarón também exigiram publicamente o aparecimento dos jovens.

Segundo cifras oficiais, até 2017 foram contabilizadas no México 33.513 pessoas desaparecidas.

 

Últimas Notícias

Inep divulga resultado do Enem
Frédéric Lamotte é o novo diretor geral da CA Indosuez Wealth (Miami) e responsável Global da região das Américas
A ACIRLAG chega para impulsionar o setor econômico da região Leste de Aparecida
Inep divulga notas do Enem na sexta-feira
Bolsonaro sanciona Lei do Orçamento 2019 de mais de R$ 3,3 trilhões
Parlamento venezuelano aprova acordo para entrada de ajuda humanitária
Imigrantes hondurenhos sofrem com obstáculos para passagem de caravana
Militares vão atuar de forma mais intensa no Programa Mais Médicos

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212