Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Polícia do Tennessee prende atirador de Nashville - Jornal Brasil em Folhas
Polícia do Tennessee prende atirador de Nashville


A Polícia do Tennessee prendeu, nesta segunda-feira (23), o homem que disparou na madrugada de domingo contra pessoas em um restaurante nos arredores de Nashville (sul dos Estados Unidos), deixando quatro mortos e dois feridos.

O suspeito do assassinato Travis Reinking está sob custódia. Ele está preso há pouco tempo, anunciou a Polícia Metropolitana de Nasville em sua conta da rede Twitter.

Ele foi encontrado em uma área de bosques, informou a Corporação junto com a divulgação de uma fotografia de Reinking em um carro policial.

A detenção aconteceu graças a uma informação da comunidade, disse o prefeito da cidad, David Briley, em uma entrevista coletiva.

Reinking, de 29 anos, foi capturado após uma intensa busca feita pelas autoridades em uma área entre sua casa e o local do crime. Ele parecia cansado, informou o tenente da polícia da cidade, Carlos Lara.

As autoridades das escolas públicas de Nashville impuseram um lock-out, o que implicava que não se recebesse visitantes externos nos colégios do subúrbio de Anitoch, onde aconteceu o tiroteio, e em Cane Ridge, nas redondezas.

A polícia advertiu sobre o perigo de Reinking - originário de Illinois -, após o ataque com um fuzil semiautomático AR-15 contra as pessoas do restaurante. Ele chegou seminu ao estabelecimento, vestido apenas com uma jaqueta verde.

As autoridades o rastrearam enquanto ele fugia de casa, onde teria deixado a jaqueta e vestido calças, desaparecendo depois em um bosque próximo dali.

No restaurante, o atirador foi desarmado por James Shaw, de 29 anos, considerado um herói por ter tirado a arma do agressor e tê-lo expulsado do restaurante após uma discussão.

Não nos encontramos com muitos heróis na vida, sr. Shaw, mas você é um herói. Você é meu herói. Salvou vidas, disse o diretor do restaurante no domingo (22).

- Antecedentes violentos -

Reinking havia sido preso na Casa Branca em julho de 2017, depois de entrar em uma área proibida, segundo a Polícia.

Ele pediu para ver o presidente Donald Trump e se declarou cidadão soberano, termos usados por extremistas antigovernamentais, segundo o jornal The Tennessean.

Nos últimos meses, seus familiares haviam manifestado preocupação a respeito da conduta e do estado mental de Reinking, que disse acreditar que a cantora pop Taylor Swift o assediava, informou o jornal The New York Times, citando relatórios policiais.

Depois do incidente na Casa Branca, a Polícia confiscou seu porte de armas no estado de Illinois (norte), onde ele vivia. Foi requisitada a entrega de quatro armas, incluindo o rifle semiautomático AR-15 que ele usou no ataque no Tennessee. Os dispositivos foram entregues a seu pai.

De acordo com a Polícia, o pai devolveu as armas apreendidas ao filho. Uma delas não foi encontrada nesta segunda-feira.

O ataque deste domingo resultou na morte de quatro pessoas, e duas ficaram feridas.

As autoridades confirmaram que Taurean Sanderlin, de 29 anos, Joe Perez, de 20, e DeEbony Groves, de 21, morreram no restaurante.

A quarta vítima fatal, Akilah Dasilva, de 23 anos, morreu no hospital.

É a segunda vez em poucos meses que um tiroteio comove Nashville. Em setembro passado, um jovem de 25 anos matou uma pessoa e feriu outras seis em uma igreja da cidade.

Os estudantes que sobreviveram à chacina de Parkland (Flórida) lançaram uma campanha a favor de controles de acesso a armas mais rígidos. O movimento contou com enormes manifestações, e importantes empresas, como a Walmart e a Dicks Sporting Goods, tomaram iniciativas para restringir a compra de armas em sua lojas.

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212