Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Congresso mantém veto que impede limite de juros para microcrédito - Jornal Brasil em Folhas
Congresso mantém veto que impede limite de juros para microcrédito


O Congresso Nacional manteve hoje (25) o veto presidencial ao Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO), que estabelece a concessão de pequenos empréstimos a empreendedores de baixa renda.

O trecho vetado pelo presidente Michel Temer fixava em 2% ao mês as taxas de juros efetivas nas operações de microcrédito com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). O dispositivo vetado também proibia a cobrança de qualquer outra despesa, exceto a Taxa de Abertura de Crédito (TAC) de 3% sobre o valor do empréstimo.
Eunício Oliveira preside sessão do Congresso Nacional para analisar veto a programa de microcrédito e projetos de crédito suplementar para o Orçamento de 2018.

Eunício Oliveira preside sessão do Congresso Nacional - Marcelo Camargo/Agência Brasil

Na justificativa do veto, o presidente argumentou que a definição em instrumento legal da taxa de juros dificulta eventuais ajustes decorrentes de alterações na política monetária, “podendo acarretar prejuízo à oferta de crédito e prejudicar o alcance dos objetivos da política de microcrédito, indo contra os objetivos do projeto”.

A votação foi definida após mais de quatro horas de debates e enfrentou resistência de deputados oposicionistas, que impediam a apreciação do veto ao entrarem em obstrução política. Para o deputado André Figueiredo (PDT-CE), autor da emenda que instituía o teto da taxa de correção, o dispositivo era necessário para limitar os lucros excessivos das entidades bancárias e preservar importantes recursos. No entanto, por 202 votos favoráveis e 73 contrários, a Câmara dos Deputados manteve o veto e, dessa forma, não precisou ser analisado pelos senadores.

PNMPO

Criado para estimular a geração de trabalho e renda entre os empreendedores populares, o programa é considerado pelo governo um instrumento de inclusão social e o combate à pobreza.

O PNMPO funciona por meio de uma rede de instituições especializadas na concessão de crédito com a orientação técnica necessária ao desenvolvimento sustentável dos empreendimentos financiados. O programa abrange empreendedores com renda bruta anual de até R$ 200 mil.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Governadores do Nordeste fecham agenda única para levar a Bolsonaro
Marcha da Consciência Negra pede democracia, direitos e fim do racismo
Bolsonaro diz que vai seguir normas legais para indicação à PGR
Projeto que flexibiliza Lei da Ficha Limpa é arquivado do Senado
Conselho de Ética da Câmara arquiva representação contra Laerte Bessa
Reunião do Escola sem Partido é novamente suspensa em comissão mista
Eunício e equipe do futuro governo voltam a discutir cessão onerosa
Brasil encerra o ano com vitória sobre Camarões por 1 a 0

MAIS NOTICIAS

 

Grafiteira faz mural de 500 m2 no Rio para homenagear mulheres negras
 
 
Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio
 
 
Estudante poderá escolher área a ser avaliada no segundo dia do Enem
 
 
PF prende suspeitos de ligações com facções criminosas em sete estados
 
 
Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
 
 
México habilita 26 empresas brasileiras para compra de carne de frango

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212