Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


21 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 China quer resolver o mais rápido possível incidente com Argentina - Jornal Brasil em Folhas
China quer resolver o mais rápido possível incidente com Argentina


A China espera resolver o mais rápido possível o incidente relacionado à embarcação pesqueira chinesa que foi afundada esta semana por uma embarcação da guarda costeira da Argentina, disse nesta quinta-feira um porta-voz oficial que reiterou as sérias preocupações de Pequim.

Esperamos que o incidente possa ser resolvido de forma adequada o mais rápido possível, afirmou Lu Kang, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores, ao ressaltar que as duas partes estão em comunicação através de canais diplomáticos.

Na segunda-feira, um guarda-costeira argentino disparou e afundou o pesqueiro chinês Lu Yuan Yu 10, que estaria trabalhando ilegalmente nas águas do país latino-americano.

Após uma perseguição de várias horas, a embarcação chinesa tentou abordar a argentina, que respondeu com disparos, o que causou o naufrágio do pesqueiro. Os 32 tripulantes foram resgatados ilesos.

O Ministério de Relações Exteriores da China transmitiu uma queixa formal à Argentina pelo fato, em que pedia uma investigação oficial e as medidas necessárias para garantir que incidentes semelhantes não voltem a se repetir.

Mas o porta-voz afirmou a confiança de Pequim de que este incidente não afetará as relações bilaterais: China e Argentina são amigos. Esperamos que este assunto seja resolvido apropriadamente, afirmou.

Também pediu às autoridades argentinas que protejam os interesses legais dos marinheiros chineses, reiterou o pedido de uma investigação formal, e que Pequim seja notificada dos resultados.

Segundo a imprensa chinesa, a embarcação era da companhia Yantai Fisheries, que faz parte do conglomerado pesqueiro estatal China National Agricultural Development Group, o que não foi confirmado por Lu.

Em um tom mais duro, o jornal oficial Global Times qualificou o incidente de bárbaro e brutal em um editorial que tachou de inaceitável a ação da guarda-costeira argentina.

Para o jornal, mesmo que o pesqueiro estivesse trabalhando ilegalmente em águas argentinas, a guarda-costeira foi longe demais em uma ação que pôs em perigo a vida da tripulação da embarcação chinesa.

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212