Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Crianças são baleadas e ônibus incendiados na zona norte do Rio - Jornal Brasil em Folhas
Crianças são baleadas e ônibus incendiados na zona norte do Rio


Duas crianças foram baleadas e moradores protestaram colocando fogo em ônibus, na zona norte do Rio. As informações, que inicialmente circularam em redes sociais, inclusive com fotos e vídeos, foram confirmadas pela Polícia Militar. O tumulto ocorreu após confronto entre criminosos e PMs, no início da noite desta sexta-feira (27).

“Segundo o comando da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) São João, policiais que patrulhavam a Avenida Marechal Rondon, próximo ao Morro do Quieto, foram atacados por criminosos na noite dessa sexta-feira. Houve confronto. Em seguida, policiais foram informados que duas crianças haviam sido socorridas por moradores para a UPA do Engenho Novo e Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier”, informou a nota da PM.

Ainda segundo a corporação, moradores das favela interditaram a Aveninda Marechal Rondon e atearam fogo em um ônibus e apedrejaram outro. A via chegou a ficar interditada, mas foi liberada, por volta das 20h30. Dois homens foram detidos com drogas e encaminhados para a 25ª DP (Engenho Novo). Equipes de outras UPPs, 3º BPM (Méier) e do Batalhão de Choque foram deslocados para reforçar o policiamento na região.

A UPP do São João é uma das diversas unidades que deverão ser desativadas em breve. Porém, o comando da intervenção no Rio ainda não oficializou quais nem quantas UPPs serão extintas. Algumas serão transformadas em batalhões, incluindo a do Complexo do Alemão, e outras fundidas aos batalhões das áreas.

Balanço

Em nota, o Consórcio Internorte repudiou o ataque, destacando que já é o 20º veículo incendiado somente este ano. “Desde 2016, 153 ônibus foram alvos de incêndios criminosos. Na capital, foram 75. O custo de reposição dos ônibus incendiados ultrapassa R$ 68 milhões, valor que poderia ser investido em melhorias no sistema e mais conforto para a população”, informou em nota o consórcio.

Edição: Amanda Cieglinski

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212