Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Estudantes de Angra dos Reis recebem orientação sobre usina nuclear - Jornal Brasil em Folhas
Estudantes de Angra dos Reis recebem orientação sobre usina nuclear


A prefeitura municipal de Angra dos Reis, na Costa Verde, lançou nesta semana o projeto “Preparando o Amanhã”, com a finalidade de levar conhecimento e informações para os estudantes do ensino fundamental (6º ao 9º ano), das escolas da rede municipal referente ao Plano de Emergência da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto.

A idealização do projeto surgiu diante da importância da energia nuclear no dia a dia em todos os setores, desde a medicina, indústria e alimentação.

A prefeitura informou que alunos de 13 escolas do ensino fundamental (6º ao 9° ano) participarão das palestras sobre a importância da energia nuclear no dia a dia das pessoas em todos os setores, desde a medicina, indústria e até alimentação. O ciclo de estudos começa no dia 2 de maio com previsão para terminar em agosto. Dentre as atividades está prevista uma visita ao Complexo Nuclear da Usina Nuclear de Angra dos Reis. O projeto deve ser estendido, em breve, para escolas estaduais e particulares do município.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, Jairo Lima, “temos o intuito de orientar a comunidade escolar para desenvolver ações de prevenção e de abandono do local, em caso de necessidade, para que a escola e o lar se tornem um ambiente mais seguro”.

A secretária de Educação, Stella Salomão, lembrou a parceria antiga com a Defesa Civil desde as tragédias que assolaram a cidade, onde as escolas acabaram virando abrigo para as pessoas que perderam suas casas.“Participar deste trabalho é um prazer, mas também é um dever. Escola é lugar de agregar conhecimento. Na rede municipal estão matriculados 22 mil estudantes que, ao passar o que aprenderam para seus familiares, elevam o número de pessoas comprometidas com as ações realizadas nas escolas para 100 mil envolvidos”.
Usinas nucleares

A Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto conta com duas usinas únicas em operação, no país. A primeira é Angra 1, que entrou em operação comercial em 1985 e tem potência de 640 megawatts. A outra é Angra 2, que começou a operar em 2001 e cuja potência é 1.350 megawatts.

Para os próximos anos, está prevista a operação de Angra 3, em fase de construção. A usina será uma réplica de Angra 2, incorporando os avanços tecnológicos desenvolvidos desde a construção da segunda usina do complexo de Angra.

As usinas nucleares dão uma importante contribuição para a energia elétrica brasileira. Juntas, geram o equivalente a um terço do consumo de energia do estado do Rio de Janeiro. Elas também representam 3% da geração nacional de energia.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212