Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


15 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Estudantes de Angra dos Reis recebem orientação sobre usina nuclear - Jornal Brasil em Folhas
Estudantes de Angra dos Reis recebem orientação sobre usina nuclear


A prefeitura municipal de Angra dos Reis, na Costa Verde, lançou nesta semana o projeto “Preparando o Amanhã”, com a finalidade de levar conhecimento e informações para os estudantes do ensino fundamental (6º ao 9º ano), das escolas da rede municipal referente ao Plano de Emergência da Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto.

A idealização do projeto surgiu diante da importância da energia nuclear no dia a dia em todos os setores, desde a medicina, indústria e alimentação.

A prefeitura informou que alunos de 13 escolas do ensino fundamental (6º ao 9° ano) participarão das palestras sobre a importância da energia nuclear no dia a dia das pessoas em todos os setores, desde a medicina, indústria e até alimentação. O ciclo de estudos começa no dia 2 de maio com previsão para terminar em agosto. Dentre as atividades está prevista uma visita ao Complexo Nuclear da Usina Nuclear de Angra dos Reis. O projeto deve ser estendido, em breve, para escolas estaduais e particulares do município.

De acordo com o secretário de Defesa Civil, Jairo Lima, “temos o intuito de orientar a comunidade escolar para desenvolver ações de prevenção e de abandono do local, em caso de necessidade, para que a escola e o lar se tornem um ambiente mais seguro”.

A secretária de Educação, Stella Salomão, lembrou a parceria antiga com a Defesa Civil desde as tragédias que assolaram a cidade, onde as escolas acabaram virando abrigo para as pessoas que perderam suas casas.“Participar deste trabalho é um prazer, mas também é um dever. Escola é lugar de agregar conhecimento. Na rede municipal estão matriculados 22 mil estudantes que, ao passar o que aprenderam para seus familiares, elevam o número de pessoas comprometidas com as ações realizadas nas escolas para 100 mil envolvidos”.
Usinas nucleares

A Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto conta com duas usinas únicas em operação, no país. A primeira é Angra 1, que entrou em operação comercial em 1985 e tem potência de 640 megawatts. A outra é Angra 2, que começou a operar em 2001 e cuja potência é 1.350 megawatts.

Para os próximos anos, está prevista a operação de Angra 3, em fase de construção. A usina será uma réplica de Angra 2, incorporando os avanços tecnológicos desenvolvidos desde a construção da segunda usina do complexo de Angra.

As usinas nucleares dão uma importante contribuição para a energia elétrica brasileira. Juntas, geram o equivalente a um terço do consumo de energia do estado do Rio de Janeiro. Elas também representam 3% da geração nacional de energia.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212