Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 “É preciso dar fim a era de perseguições a quem não reza a cartilha do governo”, diz Caiado em Cocalzinho de Goiás - Jornal Brasil em Folhas
“É preciso dar fim a era de perseguições a quem não reza a cartilha do governo”, diz Caiado em Cocalzinho de Goiás


A atenção dos senadores Ronaldo Caiado e Wilder Morais, ambos do Democratas, com Cocalzinho de Goiás foi ressaltada neste sábado (28/04) em discursos do prefeito Alair Ribeiro (PR); do vice Alair Rabelo (PSD); vereadores e lideranças da região que os receberam na Câmara Municipal para um encontro. Todos relataram o descaso do atual governo com o município e a esperança de que um novo gestor possa atender as demandas dos municípios sem se ater a questões partidárias.

Ronaldo Caiado, que destinou R$ 400 mil em emendas parlamentares para a infraestrutura da cidade, falou que tem buscado construir um projeto de futuro para Goiás ao lado de pessoas com espírito público e comprometidas com a população.

“Este foi o sentimento que o senador Wilder Morais e eu tivemos aqui hoje. São pessoas que querem qualidade de vida para os moradores e lutam por isso. O Brasil mudou mais infelizmente muitos políticos, que se acham donos do Estado, não perceberam. Todos nos relataram as dificuldades que o município enfrenta e, mesmo assim, as autoridades sequer são recebidas pelo governo. Essa política de beneficiar só quem se alinha ao governo é que o goiano não suporta mais. É preciso dar fim a era de perseguições a quem não reza a cartilha do governo”, disse Ronaldo Caiado.

O foco de uma administração, nas palavras dele, deve ser o cuidado com os moradores. Ronaldo Caiado mencionou em especial a atenção à infância e juventude, que terá atenção especial em um plano de governo.

“O Goiás que lutamos para ter não é o de uma escola estadual inacabada, como Cocalzinho tem. Queremos dar condições para que crianças, tenham condições de educação e atendimento nutricional e psicológico. É uma parceria que gostaríamos de ter com as prefeituras para que as crianças, em sua fase mais importante, possam se desenvolver”, contou.

Wilder Morais, que também destinou mais de R$ 200 mil para Cocalzinho de Goiás, falou sobre a necessidade de atender e conhecer de perto as necessidades da população, como tem feito ao viajar por todo o Estado ao lado de Ronaldo Caiado.

“Tenho certeza de que, se Ronaldo Caiado for vitorioso nestas eleições, ele irá governar para todos. Será uma gestão verdadeiramente voltada para o povo. É essa a mudança que os goianos esperam assistir”, afirmou Wilder Morais.

O prefeito Alair Ribeiro reconheceu o trabalho de ambos a favor do município e contou que, por parte do governo, o descaso é grande. Por isso ele tem repetido que Goiás precisa sair da zona de conforto e colocar um fim a este ciclo de 20 anos de um mesmo grupo no poder.

“Muitas vezes nós prefeitos sofremos retaliações por divergimos do atual governo. Mas o que precisamos é que o governo seja para todos e que os municípios sejam olhados em suas particularidades”, defendeu o prefeito.

Alair Ribeiro detalhou várias dificuldades que o município enfrenta pelo descaso do governo. Na semana passada, o distrito de Girassol passou seis dias sem água e o prefeito agora pretende requerer na Justiça a municipalização do recurso.

“Peço a vocês uma atenção especial também com a educação. Temos hoje 500 alunos do Ensino Médio estudando em quadra coberta porque as obras do Colégio Padrão Século 21 nunca acabaram. Já são quatro anos de espera”, relatou.

Por conta de situações como essa que o vereador, Sirley Oliveira, se desligou do grupo da base do governo e têm defendido a pré-candidatura de Ronaldo Caiado. “Goiás precisa alavancar em todas as áreas e quem vai conseguir fazer isso é Ronaldo Caiado”, finalizou.

 

Últimas Notícias

Brasil perdeu 7,2 milhões de linhas de celular no ano passado
Petrobras reduz em 3% GLP empresarial nas refinarias
Ministro do STJ nega pedido de prisão domiciliar a João de Deus
Escassez de chuvas leva governo a acionar termelétricas mais caras
Picciani, Paulo Melo e Albertassi serão julgados por Bretas
Suspensa permissão para deputada receber denúncias contra professores
MPT não descarta pedir bloqueio dos bens do Flamengo
Número de mortos identificados em Brumadinho chega a 151

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212