Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Cariocas lotam postos de saúde para tomar vacina contra a gripe - Jornal Brasil em Folhas
Cariocas lotam postos de saúde para tomar vacina contra a gripe


A procura por vacina contra a gripe levou um grande número de cariocas aos postos de saúde neste sábado (28). Muitos aproveitaram o dia sem trabalho para se vacinar e garantir proteção contra o vírus Influenza. Grande parte do público era de idosos, mas alguns pais também levaram crianças para serem imunizadas.

No posto Heitor Beltrão, na Tijuca, a fila se formou desde o início da manhã e se estendeu até a calçada. A Secretaria Municipal de Saúde informou que 137 postos abriram hoje, mas nem todos ofereceram a vacinação, por questões técnicas ou de segurança.

Apesar do grande número de pessoas, o tempo médio de espera por atendimento era de 30 minutos. Segundo a secretaria, 150 mil pessoas foram vacinada na primeira semana da campanha.

“A gente tem medo da gripe, principalmente nesta idade. Ela traz sempre consequências e sequelas e, às vezes, até o óbito. Temos de prevenir. Uma gripe pode virar pneumonia”, alertou o aposentado Abelardo Cid, de 91 anos, que estava acompanhado da esposa.

Pneumonia

Alguns pais lrevaram os filhos para se vacinar e aproveitaram para tentar se imunizar também. “Se eu puder tomar, também vou. Sou favorável à vacina. Nunca houve reação e nunca fiquei resfriado”, disse o advogado João Paulo de Abreu Peçanha, que vacinou o filho de 5 anos.

Iraniano naturalizado brasileiro, Said Ahmed também estava na fila. “Tomo a vacina todos os anos. As pessoas que têm medo de se vacinar estão erradas. Se não se vacinar, vai pagar muito caro, inclusive com a vida. Nesta idade, a pessoa fica gripada e depois pode pegar uma pneumonia”, acrescentou Said.

Campanha

A 20ª Campanha de Vacinação contra a Influenza, iniciada pelo Ministério da Saúde no dia 24, garante imunização contra os três subtipos mais frequentes do vírus: H1N1, H3N2 e Influenza B. O público-alvo é formado por gestantes, crianças com idades entre 6 meses e menores de 5 anos, pessoas com mais 60 anos, mulheres com até 45 dias após o parto, pacientes crônicos, além de profissionais de saúde e indígenas.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, neste ano, até o dia 9 de abril, foram notificados 123 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em pacientes internados em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no estado, sendo quatro deles causados pelo vírus H1N1 e 11 provocados pelo vírus H3N2. No mesmo período foram notificados 13 óbitos por SRAG no estado, sendo 1 por H3N2.

A campanha seguirá em todo o país até 1º de junho. De acordo com o Ministério da Saúde, deverão receber a vacina 54,4 milhões de pessoas que integram os grupos prioritários. Para isso, foram adquiridas 60 milhões de doses, que serão entregues em etapas aos estados.

Edição: Armando de Araújo Cardoso

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212