Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Guardia diz que Congresso é parceiro para aprovação de projetos - Jornal Brasil em Folhas
Guardia diz que Congresso é parceiro para aprovação de projetos


O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou hoje (30) que o Congresso Nacional sempre foi um parceiro para aprovar projetos importantes para o governo. Guardia participou da cerimônia de abertura da Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação – Agrishow, em Ribeirão Preto.

“O Congresso Nacional sempre foi um parceiro. Aprovou medidas importantes como a regra do teto dos gastos, a reforma trabalhista, a nova taxa de juros de longo prazo. Então, nosso papel é seguir dialogando com o Congresso Nacional”, disse o ministro.

Segundo Guardia, há um conjunto de medidas que são fundamentais para consolidar o ajuste fiscal, como a reforma da Previdência, e ações para melhorar o ambiente de negócios, como a aprovação do cadastro positivo (inclusão automática dos bons pagadores) e a criação do registro eletrônico de duplicatas, em tramitação no Congresso Nacional. “O cadastro positivo e a duplicata eletrônica são projetos que vão ajudar não só a dar acesso a crédito aos pequenos produtores, pequenas e médias empresas e indivíduos, mas também reduzir o custo do crédito”, disse.

O ministro reforçou que a reforma da Previdência é prioritária para o equilíbrio fiscal, mas lembrou que enquanto durar a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, a emenda à Constituição não pode ser aprovada.

O ministro acrescentou que o governo continua “trabalhando firme” em projetos como o de capitalização da Eletrobras e os leilões do pré-sal. “Temos uma oportunidade e extraordinária para fazer o leilão do pré-sal que é fundamental para atrair investimentos para o país”, disse.

Guardia disse também que a recessão econômica ficou para trás. “A economia cresceu um pouco no ano passado e este ano está acelerando o crescimento. Todos os setores estão apresentando crescimento. Não é um crescimento localizado”, disse, acrescentando que o investimento, um “indicador importante”, também está aumentando. “Precisamos persistir na agenda de reforma que é o que vai assegurar esse crescimento sustentável”, enfatizou.

Edição: Denise Griesinger

 

Últimas Notícias

Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior
Treze de 16 docentes relataram casos de agressão na escola de Suzano

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212