Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


20 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Tiroteio na Rocinha deixa moradores sem luz há mais de 24 horas - Jornal Brasil em Folhas
Tiroteio na Rocinha deixa moradores sem luz há mais de 24 horas


Moradores da favela da Rocinha nos bairros da Gávea e de São Conrado, zona sul do Rio, com mais de 200 mil moradores, estão sem luz desde a manhã de ontem (1º), depois que tiros atingiram transformadores de energia nas áreas da Roupa Suja e Dionéia, na comunidade. A Light informou que um trecho foi restabelecido, mas alguns clientes estão sem energia há mais de 24 horas.

De acordo com a concessionária “estamos trabalhando para substituir o equipamento e restabelecer a energia”.

Ontem, homens do Batalhão de Choque da Polícia Militar foram atacados por criminosos na região conhecida como “Roupa Suja”, na parte alta da favela. Houve um tiroteio intenso e disparos de armas pesadas, principalmente fuzis atingiram transformadores de energia e cabos de média tensão da concessionária de energia. Como o clima era de insegurança, as equipes de reparo da Light não conseguiram fazer os reparos necessários. Em algumas ruas o serviço foi normalizado com as equipes de rua acessando à Rocinha.

Por medida de segurança, devido ao tiroteio, a Autoestrada Lagoa-Barra ficou interdita por aproximadamente 30 minutos. De acordo com a Polícia Militar, não houve prisões ou feridos no conflito.

O policiamento na comunidade da Rocinha é reforçado diariamente com as tropas de elite da Polícia Militar desde setembro do ano passado, após a guerra entre as quadrilhas de Antonio Bonfim Lopes, o “Nem da Rocinha” e de Rogério Avelino de Souza, o “Rogério 157” que lutam pelo domínio do tráfico de drogas na comunidade. Devido aos tiroteios diários, as Forças Armadas foram chamadas pelo governo do Rio para atuar na comunidade. Depois de uma semana de ocupação, os militares deixaram a região e o patrulhamento ficou a cargo da Unidade de Polícia Pacificadora da Rocinha, com reforço das tropas de elite da corporação.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
Marcelo Piloto é extraditado do Paraguai para o Brasil
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

MAIS NOTICIAS

 

Estimativa do mercado para inflação cai pela quarta vez seguida
 
 
Autoridades de Cuba anunciam retorno de médicos antes do fim do ano
 
 
Guatemala monitora atividades de vulcão que pode ter novas erupções
 
 
Ex-CEO da Nissan é preso no Japão suspeito de reduzir próprio lucro
 
 
Governador eleito do Rio promete nova concessão para o Maracanã
 
 
Relatório alerta que há 45 barragens sob ameaça de desabamento

 


 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212