Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


13 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Comissão de Trabalho rejeita criação de cadastro de condenados em conselhos profissionais - Jornal Brasil em Folhas
Comissão de Trabalho rejeita criação de cadastro de condenados em conselhos profissionais


A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público rejeitou, na última quarta-feira (25), projeto do deputado Pedro Fernandes (PTB-MA) que cria o Cadastro Nacional de Condenados por Infração Disciplinar para identificar indivíduos que já tenham sofrido condenações definitivas pelos respectivos conselhos profissionais (PL 7085/17).

O relator, deputado Jorge Côrte Real (PTB-PE), apresentou parecer contrário ao texto por entender que os profissionais punidos pelos órgãos fiscalizadores são contratados por pessoas que nem sempre são capazes de compreender a razão das punições aplicadas, o que poderia criar uma barreira intransponível para esses profissionais retomarem o exercício de suas atividades.

Côret Real: A informação circula nos dias atuais de forma muito mais
vigorosa, razão pela qual os que contratam terceiros sempre dispõem de meios para apurar a procedência e a qualidade dos produtos e serviços

Segundo o parlamentar, se um hospital deseja contratar um médico, pode e deve verificar se o Conselho Regional de Medicina mantém em seu cadastro o histórico de alguma irregularidade cometida pelo profissional. “A avaliação, nesse contexto, será feita por quem sabe apreciar as circunstâncias em que a punição foi aplicada”, avalia o parlamentar.

Por outro lado, Côrte Real afirma que as vítimas desses profissionais nem sempre concordam que se dê publicidade ao assunto. “Ainda que se divulgue a punição sem que se teça referência a quem sofreu os efeitos da correspondente infração, bastará que se faça uma ligação de causa e efeito para que a imagem de pessoas inocentes venha a ser indevidamente afetada”, explica o deputado.

Tramitação
O projeto, que tramita conclusivamente, ainda será analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Luiz Gustavo Xavier
Edição – Natalia Doederlein



 

Últimas Notícias

Nordeste perdeu 1 milhão de trabalhadores no campo de 2012 para 2017
IBGE prevê em 2019 safra de grãos 0,2% menor que a de 2018
Safra de grãos pode chegar a 238,3 milhões de toneladas, diz Conab
Banco do Brasil tem lucro de 14,3% no terceiro trimestre
Percentual de inadimplentes recua em outubro, diz CNC
Boletos vencidos de todos os tipos serão pagos em qualquer banco
Leonardo de Morais toma posse na presidência da Anatel
Natal deve movimentar R$ 53,5 bilhões na economia do país, prevê SPC

MAIS NOTICIAS

 

No Congresso, Temer defende reuniões frequentes entre Poderes
 
 
Bolsonaro reafirma, no Congresso, compromisso com a Constituição
 
 
Bolsonaro critica Enem e diz que prova deve cobrar conhecimentos úteis
 
 
Governo de transição dividiu trabalhos por temas em dez frentes
 
 
Para ministro, é “mais simples” unir MEC com Ciência e Tecnologia
 
 
Bolsonaro e Temer iniciam hoje formalmente governo de transição

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212