Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Medida provisória dá mais um mês de prazo para adesão ao Refis do Funrural - Jornal Brasil em Folhas
Medida provisória dá mais um mês de prazo para adesão ao Refis do Funrural


O Diário Oficial da União publicou nesta segunda-feira (30) a Medida Provisória 828/18, que prorroga para o dia 30 de maio o prazo final de adesão dos produtores rurais ao Programa de Regularização Tributária Rural (PRR), conhecido como Refis do Funrural. A data final, pela Lei 13.630/18, se encerrava hoje. O PRR foi instituído pela Lei 13.606/18.

A prorrogação da data vinha sendo reivindicada pelo setor rural, que alega que a Receita Federal não está preparada para atender os requerimentos de adesão apresentados por produtores de todo o País.

Além disso, a Frente Parlamentar da Agropecuária, que reúne deputados e senadores ligados ao segmento do agronegócio, quer aguardar o julgamento, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), dos embargos declaratórios sobre a decisão da corte que considerou constitucional a cobrança do Funrural. Os embargos visam esclarecer pontos da decisão do STF.

O julgamento está marcado para 17 de maio. A frente, que é presidida pela deputada Tereza Cristina (DEM-MS), vinha negociando a nova data de adesão ao PRR com o governo federal.

O programa permite o parcelamento de dívidas de produtores rurais (pessoas físicas, cooperativas e intermediários) com descontos e diminui a contribuição social sobre a receita bruta devida pelo setor a título de contribuição previdenciária dos trabalhadores rurais (popularmente chamada de Funrural).

O parcelamento de dívidas abrange débitos relativos a essa contribuição perante a Receita Federal e a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional vencidos até 30 de agosto de 2017.

Mudanças de data

Não é a primeira vez que a data de adesão ao Refis do Funrural é alterada. O programa foi criado inicialmente pela Medida Provisória 793/17, que deu prazo aos produtores até o dia 29 de setembro de 2017, mas ela caducou sem ter sido votada pelo Congresso Nacional. Enquanto a MP 793 ainda vigorava, o governo editou uma nova medida provisória (803/17) postergando a data de adesão para o dia 30 de novembro de 2017.

Nesse intervalo, deputados e senadores aprovaram um projeto de lei do deputado Zé Silva (SD-MG), convertido na Lei 13.606/18, que fixou como prazo final o dia 28 de fevereiro. O projeto foi elaborado com base na MP 793/17.

Um mês depois, a MP 803/17 foi aprovada com uma nova data, 30 de abril, que estava em vigor até a publicação da MP 828/18, nesta segunda.

Tramitação

A medida provisória será analisada agora em uma comissão mista. É nesta fase em que são apresentadas as emendas. O texto aprovado na comissão será depois votado nos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado.

Reportagem - Janary Júnior
Edição – Natalia Doederlein



 

Últimas Notícias

Bolsonaro concede Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul a Netanyahu
No Twitter, Bolsonaro cita que 11 países recorreram ao BNDES
Governo está finalizando MP contra fraudes no INSS, diz Marinho
Davos: Bolsonaro destacará abertura econômica e defesa da democracia
Brasil é 5º país em ranking de uso diário de celulares no mundo
Bolsonaro assina MP para combater fraudes na Previdência
MEC lança programa para simular nota no Sisu
Reforço da segurança no Ceará já conta com 800 reservistas

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212