Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Justiça recebe ação contra ex-secretário de Rio Largo acusado de tentar vender bem público - Jornal Brasil em Folhas
Justiça recebe ação contra ex-secretário de Rio Largo acusado de tentar vender bem público


O juiz Alexandre Machado de Oliveira, da 2ª Vara de Rio Largo, recebeu a petição inicial da ação de improbidade movida contra o ex-secretário de obras do município, Marivaldo Fragoso da Silva, e o comerciante Luiz Francelino da Silva, acusados de tentar vender bem público. Os réus serão citados e terão 15 dias para apresentar defesa.

De acordo com o Ministério Público de Alagoas (MP/AL), o Governo Federal disponibilizou recursos para diversos municípios atingidos por enchentes, no ano de 2010. Uma das cidades beneficiadas foi Rio Largo, que com o dinheiro realizou a compra de postes para a instalação de caixas d’água. Os postes, já com os respectivos suportes, custaram na época em torno de R$ 14 mil cada.

Ainda segundo o MP/AL, Marivaldo Fragoso, no final de seu exercício no cargo, tentou obter vantagens financeiras com a venda dos postes, em conluio com o comerciante Luiz Francelino da Silva. O ex-secretário teria ordenado a retirada de um poste, mas, ao saber que o órgão ministerial e a polícia investigavam o fato, acabou abandonando-o, deixando-o “a céu aberto, se deteriorando”.

O MP/AL ingressou na Justiça com ação civil contra os réus por improbidade administrativa. Em defesa prévia, os acusados afirmaram não haver elementos suficientes que caracterizam a improbidade.

O juiz da 2ª Vara de Rio Largo decidiu pelo recebimento da petição inicial contra os réus. Segundo o magistrado, o recebimento representa apenas o reconhecimento da necessidade da continuação da produção probatória. “Poder-se-á, inclusive, lançar luzes sobre os fatos e possíveis justificativas para determinados procedimentos adotados pelos acusados, tudo em profundidade e sob o crivo do contraditório”. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico desta quarta-feira (2).

Matéria referente ao processo nº 0800565-48.2017.8.02.0051

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212