Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Jul de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Fapesp e Jundiaí assinam convênio de cooperação em tecnologia - Jornal Brasil em Folhas
Fapesp e Jundiaí assinam convênio de cooperação em tecnologia


A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e a prefeitura de Jundiaí assinaram, na última quinta-feira (26), um acordo de cooperação para apoio a pesquisas com foco em cidades inteligentes.

Pelo convênio, a administração municipal e a Fapesp selecionarão e apoiarão projetos de pesquisa científica e tecnológica de startups e pequenas empresas sediadas no Estado de São Paulo.

Os projetos devem desenvolver soluções, serviços ou produtos ligados a temas referentes a cidades inteligentes e serão conduzidos no âmbito do Programa Fapesp Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).

“Ficamos admirados que a prefeitura de Jundiaí esteja realmente interessada em desenvolvimento científico e tecnológico. Isso é um perfil interessante. Ao que tudo indica, Jundiaí prefere colocar ciência e tecnologia para fazer o carro andar”, afirma José Goldemberg, presidente da Fapesp.

Inovação

O PIPE é o maior programa brasileiro de apoio à inovação em startups. Desde 1997, ele apoia a execução de pesquisa científica e tecnológica em empresas no Estado. São quatro chamadas por ano e, em 2017, o projeto aprovou 237 novas propostas submetidas por startups, pequenas e médias empresas.

Uma das contrapartidas oferecida pela prefeitura de Jundiaí será a oferta de espaço físico na incubadora de empresas do município às startups selecionadas. “Somos municipalistas por princípio. Acreditamos que toda e qualquer mudança parte da cidade. A parceria será uma grande oportunidade para ganhamos em competitividade”, explica Luiz Fernando Machado, prefeito de Jundiaí.

Na ocasião da assinatura do acordo, Luiz Fernando Machado comentou que o município tem 100% de cobertura de esgoto e água tratada. “Nos últimos 40 anos, houve um investimento grande em saneamento. Temos agora a base para transformar Jundiaí em uma smart city”, avalia.

Para Mariana Savedra Pfitzner, diretora de Ciência e Tecnologia de Jundiaí, o acordo com a Fapesp será de grande relevância para a Política de Ciência e Tecnologia do município. Vale destacar que a prefeitura instaurou um sistema de plataformas, e não de secretarias.

“Sabemos que inovação é uma atividade de alto risco e, se o empreendedor não tiver apoio financeiro, como a subvenção do programa PIPE da Fapesp, ele não vai conseguir inovar. Por isso, esse acordo é de extrema relevância para que possamos consubstanciar a Política de Ciência e Tecnologia de Jundiaí”, ressalta.

 

Últimas Notícias

ANP descarta periodicidade mínima para reajuste de combustíveis
Confiança da indústria tem queda de 0,5 ponto na prévia de julho
Guardia e Goldfajn participam de reunião do G20 em Buenos Aires
Energia elétrica impulsiona inflação oficial na prévia de julho
Regras de IOF sobre empréstimos são atualizadas pela Receita
Embraer fecha segundo trimestre com US$ 17,4 bilhões em encomendas
ANP publica edital para oferta permanente de blocos exploratórios
Equipe econômica reduz para 1,6% previsão de crescimento do PIB

MAIS NOTICIAS

 

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento
 
 
Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
 
 
EBC suspende perfis nas redes sociais durante período eleitoral
 
 
Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
 
 
Brasil e Vietnã assinam acordos em aviação e agricultura
 
 
Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212