Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


17 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo aguardará resultado da economia no trimestre para revisar PIB - Jornal Brasil em Folhas
Governo aguardará resultado da economia no trimestre para revisar PIB


A equipe econômica do governo federal aguardará o resultado do crescimento da economia no primeiro trimestre para revisar a projeção de expansão do Produto Interno Bruto (PIB, soma de todos os bens e serviços produzidos no país) neste ano. A informação foi dada pelo ministro do Planejamento, Desenvolvimento, Orçamento e Gestão, Esteves Colnago, ao deixar o Ministério da Fazenda, hoje (4), em Brasília.

“A gente deve esperar sair o PIB para fazer uma revisão”, disse, após lembrar que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgará o PIB do primeiro trimestre no próximo dia 30.

O ministro indicou que não deve haver revisão da projeção do governo para o PIB, atualmente em cerca de 3%, quando será divulgado no dia 22 o relatório de receitas e despesas da União.

O mercado financeiro tem revisado as projeções para o PIB deste ano, segundo pesquisa semanal do Banco Central (BC) com instituições financeiras. Atualmente, a estimativa está em 2,75%, abaixo da projeção do governo. Há quatro semanas, a estimativa do mercado era 2,84%.

Se o PIB for revisado para baixo, vai impactar na previsão de receitas deste ano. Com isso, pode haver corte de gastos para se conseguir cumprir a meta de déficit primário, resultado negativo de receitas menos despesas, sem considerar os gastos com juros. A meta para este ano é de R$ 159 bilhões.
Cessão onerosa

Colnago participou de reuniões na manhã de hoje (4), no Ministério da Fazenda, sobre a cessão onerosa e da preparatória para a Junta de Execução Orçamentária. Sobre a cessão onerosa, que é o acerto de contas entre a Petrobras e o Tesouro Nacional nos contratos do pré-sal, o ministro disse que a discussão deve ser concluída até o dia 17 deste mês. “Nosso prazo é o dia 17. Vamos fazer força para ter uma decisão até lá. Pelo menos estar bem encaminhado até lá”, disse Colnago.

Edição: Fernando Fraga

 

Últimas Notícias

John Forman recusa cargo no Conselho de Administração da Petrobras
Em visita oficial, Macri é recebido no Planalto por Bolsonaro
Mercado financeiro prevê inflação em 4,02% neste ano
Consultas de CPFs para vendas a prazo no comércio crescem 2,8%
Produção de bicicletas aumenta 15,9% no Brasil
Receita abre consulta a restituição do Imposto de Renda de 2008 a 2018
Ex-comandante da Marinha é indicado para o conselho da Petrobras
Inflação para idosos fecha 2018 em 4,75%, informa FGV

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212