Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Sinturb se reúne com Prefeitura e MP para discutir transporte clandestino - Jornal Brasil em Folhas
Sinturb se reúne com Prefeitura e MP para discutir transporte clandestino


A reunião foi realizada na manhã desta sexta-feira (4), no gabinete do Prefeito de Maceió, Rui Palmeira, para debater sobre o combate ao transporte clandestino. O sindicato das empresas de Transporte Urbano de Passageiros – Sinturb, apresentou as ações do grupo de trabalho de combate aos clandestinos e reforçou o pedido para fiscalização dos irregulares.

Na oportunidade, o Sinturb apresentou números de ocorrências de clandestinos registraras na SMTT. Nos últimos seis meses foram 646 veículos flagrados na atividade irregular.

“A reunião foi uma ótima oportunidade para debater a situação dos clandestinos. E perceber também que todos os órgãos tem consciência da existência do problema é que são favoráveis ao combate irregular de passageiros. Esse tipo de transporte coloca a sociedade em risco e prejudica a arrecadação das empresas, os investimentos e também impacta diretamente no cálculo da tarifa.”, destacou Toni Melo, gerente do Sinturb.

O funcionamento da portaria de número 211 de 2013 da Prefeitura de Maceió, também foi citado pelo Sinturb. A portaria regulamenta os pontos de paradas do transporte intermunicipal em Maceió. Atualmente mais de 700 veículos fazem esse tipo de transporte sem respeitar a portaria, transportando passageiros entre bairros da parte alta e baixa, concorrendo com os ônibus nos principais corredores de transporte da cidade.

“O transporte clandestino está concorrendo diretamente com o transporte regular urbano em Maceió. São mais de 600 veículos, sem recolher impostos para o município, sem ofertar segurança aos usuários, sem obedecer as gratuidades, sem registro de CTPS de cobradores e em alguns casos, incentivando o trabalho infantil”, alertou o gerente.

A reunião serviu também para que o sindicato fizesse um pedido de criação de pontos fixos de fiscalização em maceió, da SMTT, ARSAL e DER, para fiscalizar o transporte intermunicipal e também táxis regulares que fazem a atividade ilegal.

Participaram da reunião com o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, o Sinturb, 19ª Tribunal Regional do Trabalho, Ministério Público do Trabalho, Ministério Público Estadual, Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários – Sinttro e Agência Reguladora de Serviços Públicos – Arsal.

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212