Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


18 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Saúde recomenda monitoramento da resistência de bactérias aos antibióticos em hospitais - Jornal Brasil em Folhas
Saúde recomenda monitoramento da resistência de bactérias aos antibióticos em hospitais


A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência Executiva de Vigilância em Saúde (Gevs), divulgará uma nota técnica, entre todos os hospitais públicos e privados da Paraíba, com recomendações para o monitoramento da resistência de bactérias aos antibióticos. O objetivo é fortalecer as ações da Comissão Estadual de Controle de Infecção em Serviços de Saúde (Ceciss-PB), do Lacen-PB e da Agevisa nos serviços hospitalares. O trabalho será por meio de monitoramento das recomendações, a exemplo de visitas técnicas, confirmação de resultados laboratoriais e inspeções sanitárias.

A resistência das bactérias aos medicamentos é um dos problemas mais graves que atingem os pacientes. As recomendações, que seguem critérios do Ministério da Saúde, têm a intenção de qualificar e fortalecer a Rede.

“A nota técnica nada mais é do que a orientação do fluxo, que já acontece de forma rotineira. Por meio dela, a SES vai ter condições de melhorar o monitoramento de eventuais surtos que possam vir a ocorrer”, explicou a gerente executiva de Vigilância em Saúde, Renata Nóbrega.

De acordo com a nota, há atribuições de cada instituição. Entre as missões do Lacen-PB, estão armazenar temporariamente os isolados com confirmação fenotípica, relacionados ao surto, para subsidiar análises e informações futuras para a vigilância e monitoramento da resistência microbiana.

Entre as atribuições da Comissão de Controle da Infecção Hospitalar dos Hospitais (CCIH), está notificar o possível surto, em até 72 horas. Para os laboratórios de microbiologia dos hospitais, uma das atribuições é comunicar, imediatamente, à CCIH a identificação de bactérias ou mecanismos de resistência novos dentro do contexto epidemiológico do país.

Para a Ceciss, entre as missões estão apoiar e auxiliar a CCIH na investigação do surto e reportar os resultados laboratoriais e da investigação do surto para a Anvisa. Para a Agevisa, as atribuições são supervisionar qualidade da rede laboratorial de microbiologia dos hospitais.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro terá uma série de reuniões na próxima semana em Brasília
Com pênalti controverso, Brasil vence Uruguai por um a zero
Brasil está preparado para substituir médicos cubanos, afirma Temer
Chega a quatro número de vítimas das chuvas em Belo Horizonte
Estudantes poderão renovar o Fies até o dia 23
Massoterapeuta Dani Bumbum deixa prisão no Rio
Cervejas terão rótulos com os ingredientes usados na fabricação
Temporal causa mortes e estragos em BH; adolescente está desaparecida

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212