Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Jul de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Transtornos mentais relacionados ao trabalho é tema de Seminário - Jornal Brasil em Folhas
Transtornos mentais relacionados ao trabalho é tema de Seminário


O auditório do Ministério Público Estadual (MPE) foi palco, nesta quinta-feira (03.05), do “1º Seminário Mato-Grossense de Transtornos Mentais Relacionados ao Trabalho”. O evento foi organizado pelo Centro de Referência Regional de Saúde do Trabalhador (Cerest), da Secretaria de Estado de Saúde (SES), com o apoiado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT/MT).

O seminário, realizado em período integral, e que teve como público-alvo profissionais da rede de atenção em saúde mental, profissionais dos Cerests regionais, sindicatos e profissionais de órgãos como o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE/MT), MPT/MT e da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), debateu o tema principal, bem como a complexa articulação da organização do trabalho, as políticas de gerenciamento das pessoas, assédio moral no trabalho, divisão e parcelamento de tarefas e a estrutura hierárquica organizacional.

Entre os anos de 2016 e 2017, os números de notificações de transtornos mentais chamou a atenção do Cerest. Segundo o coordenador de Vigilância em Saúde do Trabalhador da SES/MT, Paulo Lima, foi a partir daí que surgiu a ideia de trabalhar em cima do tema. “O afastamento por transtorno mental é a terceira maior causa de benefício no INSS, então concluímos que estávamos deixando passar alguma coisa, e que precisaríamos fazer um trabalho com relação a isso”, observou.

As notificações que constatam os transtornos acontecem dentro nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), que são as chamadas portas de entrada, nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e nos Centro de Atendimento Psicossocial (CAPS), mas foi observado que alguns não tinham conhecimento da ficha de notificação. “Então nós estamos intensificando a questão de trabalho nesse aspecto, para que aumentem as notificações”, reforçou Lima. Com essa ação, só no final de 2017, foram notificados 5 casos e, em 2018, a soma já chega a dez casos registrados.

O resultado, apesar de mostrar que o trabalho já começou a ter efeito, ainda é considerado tímido. “A intenção é trazer a sociedade, os parceiros, as outras instituições, falando sobre a questão da causa do transtorno, porque temos que trabalhar desde a prevenção até a questão da assistência, tanto médica quanto previdenciária, para esses trabalhadores, então, por isso envolver outras instituições é necessário”, ressaltou o coordenador.

A notificação compulsória é obrigatória - realizada pelos médicos e profissionais de saúde - através da Portaria 205, que diz que as unidades sentinelas são responsáveis para fazer a notificação do transtorno.

“Nós temos 544 unidades dentro do Estado, mas apenas 38 que são voltadas para atender o transtorno mental em Mato Grosso. Estamos com essa dificuldade e por isso temos que trazer essa discussão, não só pela notificação, mas para tentar incentivar, estimular a questão da rede de atenção ao trabalhador. Nós temos que fazer a vigilância e atender esse trabalhador, já que nosso papel também é tirar dúvidas, para fazer o nexo causal, por exemplo, da relação entre o trabalho e a doença, se essa doença tem alguma relação com o trabalho. Esse evento tem essa intenção, de primeiramente fortalecer a questão da notificação, para termos dados para a elaboração de políticas públicas, e também para trazer a reflexão da rede de atendimento aos trabalhadores”, finalizou Paulo Lima.



 

Últimas Notícias

Goiás Fomento liberou R$ 37 milhões para setor empresarial de Aparecida de Goiânia
Food Garden Flamboyant oferece conteúdo e o melhor da gastronomia
TIM contempla clientes de todo o Brasil com um par de ingressos para cinemas
Goiás quer menos desperdício de dinheiro e mais ações sociais efetivas em parceria com as igrejas, diz Ronaldo Caiado em Catalão
Evolução de Meirelles em pesquisas anima MDB
Lotéricas lutam para continuar recebendo faturas da Enel
Congresso aprova diretrizes orçamentárias para 2019
Senado aprova projeto relatado por Caiado que cria política de assistência a pacientes com doenças raras

MAIS NOTICIAS

 

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento
 
 
Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
 
 
EBC suspende perfis nas redes sociais durante período eleitoral
 
 
Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
 
 
Brasil e Vietnã assinam acordos em aviação e agricultura
 
 
Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212