Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Com dois meses de funcionamento, IEMA Bacanga recebe visita do governador Flávio Dino e do presidente da Vale - Jornal Brasil em Folhas
Com dois meses de funcionamento, IEMA Bacanga recebe visita do governador Flávio Dino e do presidente da Vale


Completando dois meses de funcionamento, o Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA) da área Itaqui-Bacanga, já promove a diferença na vida de centenas de jovens que estudam na unidade. O prédio foi todo reformado pelo Governo do Estado para as instalações do IEMA, que tem capacidade para receber até 300 alunos, oferecendo ensino em tempo integral. Nesta sexta-feira, 4, o governador Flávio Dino e o presidente da Vale, Fábio Schvartsman, visitou a unidade e conversou com professores e estudantes.

“Esta é uma das unidades mais novas colocadas em funcionamento e é importante estar aqui testemunhando o resultado desse trabalho, esse avanço, poder conversar com os professores e estudantes e ver o interesse, entusiasmo e determinação em continuar fazendo do IEMA um grande e vitorioso projeto. Isso, para que tenhamos uma sociedade autenticamente desenvolvida e com justiça social. Vamos prosseguir a ampliação este ano com mais unidades”, disse o governador Flávio Dino. São mais de 40 escolas em tempo integral no Maranhão, sendo 11 integrando a rede IEMA, implantadas nesta gestão.

“Essa unidade acolhe jovens que precisavam de mais oportunidades de estudo e condições para concorrer ao mercado de trabalho. Está em uma área onde há grande demanda e sensível a isso, o governador Flávio Dino não hesitou em contemplar o Itaqui-Bacanga com esta unidade plena. Agora, os jovens poderão vislumbrar melhores oportunidades com este importante núcleo de estudo e formação”, ressaltou o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação do Maranhão (Secti), Davi Telles.

Para o presidente da Vale, Fabio Schvartsman, a implantação do IEMA na área mostra a prova do esforço, dedicação e consciência que o servidor tem, considerando a qualidade dessa instituição. “Aqui, o Governo dá uma oportunidade que muitos não tiveram e estimula que o sonho de torne realidade. Estudei em escola pública, sempre sonhando alto e querendo crescer na vida, construir algo. Que todos possam refletir que o sucesso está ao alcance desde que queiram e se esforcem para tal futuro”, pontua.

Esta é a nona Unidade Plena entregue pela gestão – alia o ensino médio regular à formação tecnológica. Paralelo à formação de mão de obra qualificada para o setor industrial, a unidade possibilita ainda diversas oportunidades de emprego e geração de renda, dada a proximidade com grandes conglomerados como a Vale e a influência do Porto do Itaqui. Para esta primeira etapa das atividades, foram oferecidas 160 vagas à comunidade.

A implantação do IEMA em uma das áreas mais populosas da capital é um exemplo do compromisso do governador Flávio Dino com o acesso ao ensino e à capacitação técnica de qualidade a todos os maranhenses, enfatizou o reitor do IEMA, Jhonatan Almada. “Estamos felizes em ver que mais essa unidade vem somar na consolidação da expansão da rede, que proporciona melhores chances de vencer a quem precisa”, reforçou.

Aluna da unidade e fazendo o curso técnico na área de portos, Ananda Ingrid, 15 anos, disse estar muito honrada por fazer parte da rede de ensino. “Aqui nos estimulam a estudar, a aprender e nos fazer sonhar além. É uma escola muito boa e todos que estão aqui têm a oportunidade de aprender e de se profissionalizar para o mercado. Todas as escolas deveriam ser assim. Se a educação fosse prioridade de todos os governantes, não haveria tantos jovens perdidos no mundo das drogas e outros problemas. O Governo está de parabéns”, ressaltou a jovem.

O novo IEMA integra a política de implantação de escolas técnicas de tempo integral, promovida pelo Governo, desde o primeiro ano da gestão. Sua construção tem parceria com a Vale, empresa que atua na região. Foram investidos mais de R$ 1,2 milhão para reforma, ampliação e investimentos em laboratórios de física, química, biologia, matemática e informática. Para os cursos de vulcanização e de Portos, a instituição firmou parceria com a Vale e com a Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap).

Em sua estrutura, o prédio conta com salas de aula amplas e refrigeradas, auditório e banheiros adaptados para receber alunos com deficiência. A reforma garantiu ainda adequação no refeitório, urbanização da área e instalação de laboratórios para os cursos de eletrotécnico, eletromecânica, informática para internet e portos. Serão 13 Unidades Plenas da rede IEMA construídas pelo Maranhão, até o final de 2018.

 

Últimas Notícias

Presidente Díaz-Canel defende trabalho de médicos cubanos no Brasil
Ministério vai lançar edital para repor vagas de médicos cubanos
CFM afirma que há médicos suficientes para atender Brasil
Associação lança projeto para conscientizar população sobre diabetes 2
Transposição do S. Francisco está na pauta de prioridades da transição
Temer inaugura primeira etapa do acelerador de elétrons Sirius
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
Só um governador do Nordeste participa de encontro em Brasília

MAIS NOTICIAS

 

Volume de vendas do varejo cai 1,3% em setembro
 
 
Gilmar Mendes suspende decisão que obriga bancos a ressarcir clientes
 
 
Prefeitos e secretários pedem para manter cubanos no Mais Médicos
 
 
Em depoimento, Lula nega que é dono de sítio em Atibaia
 
 
Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 33 milhões no próximo sorteio
 
 
Enem: estudantes fazem hoje prova de matemática e ciências da natureza

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212