Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


22 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Governo apresenta funcionamento do eSocial no setor público - Jornal Brasil em Folhas
Governo apresenta funcionamento do eSocial no setor público


Na manhã desta sexta-feira, 4, técnicos da Secretaria de Estado da Gestão Administrativa (SGA) estiveram reunidos com secretários, diretores e representantes dos 62 órgãos públicos estaduais do Acre para apresentar o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial).

O encontro visa explicar aos gestores como funciona a ferramenta, que visa facilitar a prestação de informações do mundo do trabalho dos servidores que também integra o Ministério do Trabalho, a Caixa Econômica, a Secretaria de Previdência, o INSS e a Receita Federal.

De acordo com a secretária da Gestão Administrativa, Sawana Carvalho, o programa amplia a capacidade de fiscalização do Estado e melhora a formulação de políticas públicas para os servidores, já que o governo contará com uma informação única, consistente e de validade.

“A prestação das informações ao eSocial substituirá a entrega das mesmas informações em formulários e declarações próprios a que estão sujeitos os órgãos públicos, com padronização das informações e redução da quantidade de obrigações”, explanou a gestora.

A transmissão eletrônica desses dados simplificará a prestação das informações referentes às obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas, de forma a reduzir a burocracia.

“Explicamos como funciona o eSocial, suas vantagens e obrigatoriedades, pois a entrega única das informações dos funcionários facilitará em muito a busca e crítica de irregularidades, tais como prazos desrespeitados, erros de cálculo e declarações inconsistentes”, declarou Raquel Lima, coordenadora de implantação do eSocial.

Ela ressalta ainda que o eSocial instituirá uma forma mais simples, barata e eficiente para que as empresas possam cumprir suas obrigações com o poder público e com os próprios funcionários. Quando totalmente implementado, ele representará a substituição de 15 prestações de informações ao governo – GFIP, RAIS, CAGED e DIRF – por apenas uma.

 

Últimas Notícias

Bolsonaro participa no Chile de Cúpula Presidencial Sul-Americana
Sul e Sudeste se unem e formam consórcio para ações conjuntas
Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
Feiras em São Paulo oferecem oportunidades de intercâmbio no exterior

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212