Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


23 de Jan de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Seminário apresenta pesquisas de doutores acreanos em Saúde Pública - Jornal Brasil em Folhas
Seminário apresenta pesquisas de doutores acreanos em Saúde Pública


Titulados doutores pelo Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública, 16 pesquisadores acreanos apresentaram durante esta quinta-feira, 3, no Centro de Convenções da Universidade Federal do Acre (Ufac), o resultado de suas pesquisas em saúde pública, desenvolvidas durante o curso de Doutorado Interinstitucional (Dinter).

O evento, realizado durante o II Seminário de Saúde Pública (Epidemiologia, gestão e políticas públicas de saúde do Estado do Acre), é fruto de parceria entre o governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde (Sesacre), a Ufac e a Universidade de São Paulo (USP).

O governo do Acre garantiu, via convênio com a USP em 2012, recursos no valor de 1,6 milhão.

“São pesquisas de extrema importância para a saúde pública. Para se ter uma ideia, uma dessas pesquisas está concorrendo e tem possibilidade de ser selecionada como uma das 10 melhores teses de doutorado de toda a USP”, explica Jiza Lopes, representante da Sesacre.

“Hoje é um momento festivo. Concluímos com sucesso o programa, que previa formar 20 doutores, mas nesse percalço do processo de formação do doutorado de quatro anos, iniciando em 2012 conseguimos finalizar com algumas prorrogações ano passado, 16 doutores, sendo seis vinculados a Sesacre, uma contribuição importante para as ações de saúde pública do nosso estado”, destaca o pró-reitor da Ufac, Josimar Batista.

Os doutores acreanos titulados pelo programa de Pós Graduação em Saúde Pública da Universidade de São Paulo no convênio com a Ufac e o governo do Estado apresentaram os resultados de suas pesquisas defendidas no programa de saúde pública da USP.

“É de fundamental importância a divulgação dessas pesquisas, porque todas elas tratam de questões relevantes para a saúde pública do Acre. Formar doutores é importante porque eles serão futuros pesquisadores em questões de saúde no estado. Então, não estamos simplesmente fazendo uma especialização. Formar doutor/pesquisador poderá formar docentes, melhorar a qualificação cientifica e identificar agravos de saúde entre outras ações”, declarou a professora-doutora Cleide Lavieri Martins, coordenadora do Programa de Pós-­Graduação em Saúde Pública – FSP/USP.

O programa de doutorado em saúde púbica formou pesquisadores que identificaram problemas de saúde na população, como forma de contribuir para boas políticas de saúde. Além disso, a montagem de um corpo docente qualificado visava também a implantação do curso de Medicina no Juruá.

 

Últimas Notícias

Chega a 73 o número de mortos em explosão no México; feridos somam 74
Forte terremoto de magnitude 6,7 atinge o Chile
Mais de 150 imigrantes se afogam no Mar Mediterrâneo
Brasil e Europa vão ser interligados por novo cabo submarino
Acordo para mudar nome da Macedônia gera protestos em Atenas
Ghosn está disposto a aceitar qualquer condição para obter fiança
Bombeiros buscam pessoa desaparecida depois de tromba dágua no Rio
Mega-Sena acumula de novo e pode pagar R$ 38 milhões na quarta-feira

MAIS NOTICIAS

 

ANP aprova credenciamento de empresa certificadora
 
 
Política de combate à inflação foi bem-sucedida, diz presidente do BC
 
 
Marcos Pontes: fusão de Embraer e Boeing preserva interesses do país
 
 
Número de linhas de celular tem maior queda do ano em novembro
 
 
ANP: Petrobras pede prazo maior para definir quais campos vai explorar
 
 
Ex-presidente do Banco Central defende política econômica do governo

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212