Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Jul de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 José Eliton enviará projeto para transferir regulação da saúde para Estado - Jornal Brasil em Folhas
José Eliton enviará projeto para transferir regulação da saúde para Estado


A regulação nas unidades de saúde estaduais, hoje sob a responsabilidade das prefeituras, passará a ser feita pelo Governo do Estado. Na próxima segunda-feira (7/5) o governador José Eliton vai enviar a proposta de mudança para a Assembleia Legislativa.
O anúncio foi feito pelo próprio governador, durante visita realizada na noite desta sexta-feira ao Hutrin - Hospital de Urgências de Trindade Walda Ferreira dos Santos - que também passou a integrar a rede de hospitais públicos estaduais inseridos no programa Terceiro Turno, lançado no último dia 23 de abril, objetivando dar celeridade aos procedimentos de consulta e cirurgias em todas as unidades de saúde do Estado. A atribuição do Governo do Estado na regulação do atendimento público de saúde já é uma realidade em estados como São Paulo, Espírito Santo e Pará. Segundo Leonardo Vilela, secretário Estadual de Saúde, que acompanhou o governador na visita ao Hutrin, os hospitais estaduais atendem cerca de 60% da população do município e os outros 40% são de outras cidades.
Com a regulação, “nós vamos ganhar em eficiência, sobretudo vamos ganhar em transparência, porque iremos compartilhar os painéis de regulação. Não perderemos consultas, não perderemos cirurgias e nem exames que, muitas vezes, quando a regulação não é bem feita, isso acontece”, acrescentou.
Leonardo Vilela salientou que o governo está pactuando com a comissão bipartite, com secretários municipais de saúde, “que anseiam por isso, para que possamos assumir a regulação de forma aberta, transparente, democrática, compartilhada com os municípios e com isso melhorando o acesso do paciente aos serviços que o Estado oferece de cirurgia, de exames e de consultas”.
O governador José Eliton foi conferir o atendimento que está sendo realizado Hutrin dentro do programa 3º Turno. Durante meia hora, ele percorreu as dependências da unidade, conversou com diretores, médicos, servidores e pacientes.
“Muitos dizem que esse atendimento que estamos fazendo no terceiro Turno é de obrigação dos municípios e não do Governo do Estado. Eu não quero saber de quem é a atribuição. A pessoa está esperando, está com dor, precisando de uma cirurgia. Então, eu não quero saber se a responsabilidade é do presidente da república, do governador ou do prefeito. Por isso é que estamos assumindo essa responsabilidade. Vamos procurar atender as pessoas que mais precisam”, comentou o governador durante a visita.
Ele conversou com pacientes operados e à espera de cirurgia. Maria das Graças Carvalhais disse ao governador que graças ao terceiro turno pôde passar por um processo cirúrgico com mais rapidez. “Se não fosse esse horário, não sei quando ia conseguir operar. Estou muito agradecida. O governador é um homem bom e educado. Gostei de conversar com ele”, declarou a paciente que, ao final da conversa com José Eliton, arrematou: “O que Deus fizer por você, é porque merece”.
Aguardando cirurgia, Sueli Maria de Lima declarou ter ficado feliz com a visita do governador. “Ele está conferindo se está tudo certo. Isso é bom, dá mais tranquilidade para todos. Gostei muito dele. É um homem atencioso e preocupado em saber se o trabalho está sendo bem feito”, declarou. Vanderlei Silva, também à espera de uma cirurgia, ao receber a visita do governador declarou que a criação do Terceiro Turno será um marco no atendimento público de saúde em Goiás. “Parabéns pelo programa. Esse tipo de atendimento é muito bom. Com certeza vai acabar com a fila de cirurgias na rede pública”, comentou.
De acordo com o planejamento definido pelo Hutrin, na noite desta sexta-feira o hospital realizará 40 consultas e dez cirurgias. No mês, a unidade, apenas no terceiro turno, deverá realizar 94 cirurgias nas áreas de ortopedia, ginecologia, urologia e cirurgia geral.
O número representa um aumento de 47% dos procedimentos cirúrgicos, se comparados com os de expediente normal da unidade, que realiza uma média de 200 cirurgias/mês. A previsão é de que o Hutrin realize mais 282 consultas médicas por mês no chamado Terceiro Turno.
O Hutrin realiza cerca de nove mil atendimentos de urgência por mês. Isto significa que pelo menos 300 pacientes recebem atenção médica todos os dias no hospital. Os números chegam a mais de 12 mil em períodos de epidemia, principalmente quando há surto de dengue.
O sucesso do programa, cujo orçamento é de R$ 100 milhões, já começou a aparecer. De acordo com o último levantamento, 57 cirurgias, 1.013 consultas e 492 exames nos hospitais HGG Alberto Rassi e no Crer, foram contabilizados até a noite de quinta-feira (03/05).
O HGG realizou 33 cirurgias, 318 consultas e 292 exames. O Crer, por sua vez, realizou 24 cirurgias, 635 consultas e 200 exames nesses dias. No Huapa foram realizadas 20 consultas, 1.522 atendimentos entre consultas de média e alta complexidades e exames de alto custo.
O 3º Turno da Saúde está sendo implantado em todas as unidades da região metropolitana e no interior do Estado. Ao todo, 13 unidades da rede estadual executarão o programa. O programa 3º Turno da Saúde - Mais Saúde, Menos Fila, deverá ter duração de oito meses. Até dezembro, serão 142 mil atendimentos realizados pelas unidades de saúde sob a gestão estadual.

 

Últimas Notícias

Goiás Fomento liberou R$ 37 milhões para setor empresarial de Aparecida de Goiânia
Food Garden Flamboyant oferece conteúdo e o melhor da gastronomia
TIM contempla clientes de todo o Brasil com um par de ingressos para cinemas
Goiás quer menos desperdício de dinheiro e mais ações sociais efetivas em parceria com as igrejas, diz Ronaldo Caiado em Catalão
Evolução de Meirelles em pesquisas anima MDB
Lotéricas lutam para continuar recebendo faturas da Enel
Congresso aprova diretrizes orçamentárias para 2019
Senado aprova projeto relatado por Caiado que cria política de assistência a pacientes com doenças raras

MAIS NOTICIAS

 

Relatório final da LDO pode ser entregue hoje na Comissão de Orçamento
 
 
Parecer da LDO veta renúncia fiscal, reduz custeio e congela salários
 
 
EBC suspende perfis nas redes sociais durante período eleitoral
 
 
Câmara pode votar nesta quarta projeto da Escola sem Partido
 
 
Brasil e Vietnã assinam acordos em aviação e agricultura
 
 
Toffoli cassa decisão de Moro e livra Dirceu de tornozeleira

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212