Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


19 de Nov de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Milhares de pessoas protestam na França contra propostas de Macron - Jornal Brasil em Folhas
Milhares de pessoas protestam na França contra propostas de Macron


Um ano após a eleição de Emmanuel Macron à Presidência da França, milhares de franceses saíram às ruas de Paris para protestar contra as reformas propostas pelo presidente. De acordo com o movimento França Insubmissa, que convocou o protesto, são 160 mil pessoas na região próximo à histórica Praça da Bastilha. Já o jornal Le Monde contabiliza 40 mil manifestantes. O protesto traz como mote a frase irônica “Festa para Macron”.

Os manifestantes denunciam o que apontam ser o fim do estado social e dos serviços públicos. Desde que assumiu, Macron adotou políticas de austeridade e reformas. Apesar da reação contrária de muitas organizações, adotou uma reforma trabalhista, em setembro do ano passado, que modificou leis para dar maior flexibilidade às empresas na contratação de trabalhadores. Na sequência, empresas públicas – como a companhia ferroviária SNCF – demitiram trabalhadores, por isso muitos manifestantes enfatizam a defesa do serviço público.

Nas redes sociais, vídeos e fotos mostram cartazes que estampam frases como “Pare Macron”. Um manifesto assinado por dirigentes de diversos sindicatos e de centrais como a Confederação Geral do Trabalho (CGT) afirma: “Dizemos para parar com todas essas formas de desprezo que apenas alimentam o ódio e o individualismo em nossa sociedade. Viver juntos e compartilhar a riqueza, seja econômica ou cultural, é um projeto que o mundo do trabalho tem o dever de carregar.”

Mulheres também divulgaram manifesto aderindo à “Festa para Macron”. Elas denunciam a precarização do trabalho feminino e cortes no orçamento de políticas públicas voltadas à promoção dos direitos das mulheres. O manifesto cobra a concretização de políticas públicas para a igualdade.

Além de Paris, houve atos em outras cidades francesas, como Toulouse, Bordéus, Lyon, Estrasburgo e Rennes. O presidente Emmanuel Macron ainda não se pronunciou sobre os atos de hoje. Em outras ocasiões, tem manifestado que a implementação de reformas concretiza o programa apresentado na campanha eleitoral.

Edição: Talita Cavalcante

 

Últimas Notícias

Submarino argentino é encontrado um ano e um dia após desaparecimento
Parlamento cubano rejeita resolução da Eurocâmara sobre direitos human
Incêndio da Califórnia registra 74 mortos e mais de mil desaparecidos
Livro mistura suspense e fantasia em reflexão sobre violência no país
EBC e Fundação Getulio Vargas firmam acordo para revitalizar acervo
Trabalho de escoramento em viaduto paulistano prossegue neste sábado
Belo Horizonte tem previsão de mais chuva; temporais já mataram quatro
Prefeito de Mariana diz que não desistirá de ação no Reino Unido

MAIS NOTICIAS

 

Morre em Pelotas o criador da camisa canarinho, Aldyr Schlee
 
 
Brasil concentrou 40% dos feminicídios da América Latina em 2017
 
 
Jungmann e Toffoli anunciam sistema para unificar processos de presos
 
 
Pensamento liberal deve guiar a equipe econômica de Bolsonaro
 
 
Gold3-4 minutosfajn permanecerá à frente do BC até Senado aprovar Campos Neto
 
 
Senado argentino aprova orçamento de 2019 como prometeu ao FMI

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212