Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


25 de Mar de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 SMS inicia campanha contra a tuberculose nesta segunda, 21, em Aparecida de Goiânia - Jornal Brasil em Folhas
SMS inicia campanha contra a tuberculose nesta segunda, 21, em Aparecida de Goiânia


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) inicia nesta segunda-feira (21), a campanha do Dia Mundial da Luta contra a Tuberculose, data comemorada oficialmente no dia 24 de março. Na quarta-feira (23), das 7h às 11h, a SMS montará um stand em frente ao Cais Nova Era para oferecer orientações sobre a tuberculose. Nos casos sintomáticos, será feito a coleta de material para realização do exame rápido de Tuberculose.

O exame para diagnóstico de tuberculose é o TRM-TB, realizado no laboratório do Cais. O resultado sai em apenas duas horas. O stand que será montado no Nova Era, contará com a colaboração dos acadêmicos de medicina da Universidade de Rio Verde (UniRV) Campus Aparecida. Além dos exames, durante os dias 21 a 24 de março, a SMS vai intensificar a campanha em todas as unidades de saúde do município, distribuindo material educativo com orientações sobre atendimento, prevenção e exames.

É importante ressaltar que as estratégias realizadas na semana do dia Mundial de Tuberculose são executadas também durante todo o ano em Aparecida, inclusive o exame TRM-TB. O exame é feito no laboratório do Cais, mas a coleta do material pode ser feita em qualquer unidade de saúde do município.

“A campanha serve para reforçar a luta contra a doença e conscientizar a população. Nosso objetivo é divulgar informações e os principais sintomas da tuberculose, para que a população busque atendimento ao perceber os primeiros sintomas”, explica a coordenadora do Programa Tuberculose e Hanseníase, Magaly Carvalho.

Para a coordenadora, o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura. “Ampliando os esforços na luta contra tuberculose e mobilizando todos os setores, aumentamos a consciência sobre o problema e, com isso, alertamos as pessoas sobre o diagnóstico precoce. A tuberculose não é uma doença do passado, ela é uma preocupação atual, pelo número de casos e sua gravidade”, reitera a coordenadora.

Tuberculose em Aparecida

As ações de controle da tuberculose estão inseridas nas prioridades da saúde pública de Aparecida, já que de acordo com os dados do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN), no ano de 2015 foram notificados 159 casos na cidade. Deste total, 139 são de casos novos. Em 2016, até o mês de março, foram notificados 22 casos.

A incidência da tuberculose nos anos de 2013, 2014 e 2015 no município, foi respectivamente; 19,9/100.000 mil habitantes, 24,8/100.000 e 25,9/100.000. “O aumento da incidência significa alto risco coletivo de adoecimento. Por isso a campanha visa envolver todos na luta contra a doença, descobrindo os casos precocemente e tratando o mais rápido possível”, salienta Magaly.

Doença e os sintomas

Segundo o Ministério da Saúde, a tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada por um micro-organismo (Mycobacterium tuberculosis) conhecido como bacilo de koch. Ataca principalmente os pulmões, mas pode afetar outras partes do corpo.

A transmissão é feita de pessoa para pessoa, por espirros ou pela tosse. Um dos principais sintomas da tuberculose é a tosse por mais de três semanas, acompanhada ou não de febre, suor noturno, falta de apetite, perda de peso, cansaço ou dor no peito.

Tratamento e prevenção

O tratamento é gratuito e disponível na rede do Sistema Único de Saúde (SUS). Ao sentirem os sintomas os pacientes podem procurar qualquer unidade de saúde de Aparecida. Após o diagnóstico, o tratamento deve ser feito o quanto antes, por um período mínimo de seis meses, diariamente e sem nenhuma interrupção, mesmo com o desaparecimento dos sintomas.

Para prevenir a tuberculose, algumas medidas devem ser tomadas como vacinar as crianças com BCG ao nascer. Já as pessoas que moram na mesma casa ou trabalham no ambiente de pessoas com a doença, também devem procurar uma unidade de saúde mais próxima de sua residência para avaliação médica.

 

Últimas Notícias

Jovens têm menos chance de contratação e mais de serem demitidos
Bolsa cai e dólar fecha em R$ 3,80
Araújo: dispensa de status especial na OMC nos coloca como país grande
Países sul-americanos devem sair de uma só vez da Unasul, diz ministro
Chanceler descarta emprego das Forças Armadas na Venezuela
Moçambique, Zimbábue e Malauí tentam identificar vítimas de ciclone
Nova Zelândia quer proibir, em abril, venda de armas do tipo militar
Conselho Europeu aceita prorrogar saída do Reino Unido para maio

MAIS NOTICIAS

 

Copom inicia reunião nesta terça para definir taxa básica de juros
 
 
Mercado reduz projeção de crescimento da economia de 2,28% para 2,01%
 
 
Atividade econômica tem queda de 0,41% em janeiro, diz BC
 
 
Governo lança edital de estudos para concessão de 22 aeroportos
 
 
Governo do Rio anuncia rompimento da concessão do Maracanã
 
 
Conflitos e segurança poderão contar pontos na avaliação de escolas

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212