Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


16 de Fev de 2019 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Brasil e mais 40 nações apelam à OMC contra guerra comercial - Jornal Brasil em Folhas
Brasil e mais 40 nações apelam à OMC contra guerra comercial


Representantes do Brasil e de mais 40 países países pediram à Organização Mundial do Comércio (OMC) para que evite uma possível guerra comercial mundial liderada pelos Estados Unidos e China. A reação foi subscrita pelas 41 nações que informaram estar em alerta e em estado de “preocupação” com o acirramento entre norte-americanos e chineses.

Estamos preocupados com o aumento das tensões comerciais e riscos relacionados ao sistema multilateral de comércio e ao comércio mundial, informa o documento.

Logo em seguida, recomendam a busca pelo diálogo. Encorajamos os membros da OMC a absterem-se de tomar medidas protecionistas e evitar riscos de escalada. Pedimos aos Membros que resolvam suas diferenças por meio do diálogo e da cooperação, inclusive por meio da OMC e, conforme apropriado, recorrendo à solução de controvérsias da OMC.

O texto ressalta a importância de um sistema de comércio multilateral baseado em regras e funcionando bem, incorporado à OMC, é de “importância fundamental para nossas economias, bem como para a estabilidade econômica global, prosperidade e o desenvolvimento.

Na declaração, os representantes das 41 nações signatárias afirmam ter observado a “recuperação marcante” no comércio mundial, no ano passado, e fazem uma previsão positiva das negociações na OMC para 2018 e 2019.

O enfrentamento comercial entre Estados Unidos e China se intensificou quando os norte-americanos anunciaram tarifas sobre a importação de 1,3 mil produtos chineses, no valor de US$ 50 bilhões. A China reagiu e anunciou uma lista com o mesmo valor. Houve reações nas bolsas de valores e também do lado das indústrias.

Assinaram o documento como co-patrocinadores da declaração (em ordem alfabética): Argentina, Austrália, Bangladesh, Benin, Brasil, Canadá, Chile, Colômbia, Costa Rica, Costa do Marfim, República Dominicana, El Salvador, Guatemala, Hong Kong, China, Islândia, Cazaquistão, Quênia, República da Coreia, República Democrática Popular do Laos, Liechtenstein, Malásia, Mali, México, República da Moldávia, Mianmar, Nova Zelândia, Nigéria, Noruega, Paquistão, Panamá, Paraguai, Peru, Catar, Singapura, Suíça, Tailândia, antiga República Jugoslava da Macedônia, Turquia, Ucrânia, Uruguai e Vietnã.

Edição: Denise Griesinger

 

Últimas Notícias

Governadores pedem ao STF julgamento de processos sobre repasses
Ministro quer atrair investimentos privados para Jardim Botânico do RJ
Fies vai oferecer 100 mil vagas a juro zero para alunos de baixa renda
TJ libera R$ 13 milhões para Vale ressarcir gastos do governo mineiro
Vale pede mais tempo para analisar Termo de Ajuste Preliminar
Deputados do Rio presos podem ter posses suspensas
Vale suspende operação em barragem em Brucutu e de mina em Brumadinho
TRE-RJ mantém ex-deputado Paulo Melo inelegível até 2024

MAIS NOTICIAS

 

Sul do Chile enfrenta 45 focos de incêndios florestais
 
 
Governo de Minas oferece suporte psicossocial às vítimas de Brumadinho
 
 
Força Nacional de Segurança começa a deixar o Ceará
 
 
Licitação de ônibus em São Paulo tem contratos de R$ 71 bi em 20 anos
 
 
Força Nacional vai atuar em Belém na primeira quinzena de março
 
 
Fiocruz alerta para agravamento de doenças na população após tragédia

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212