Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


26 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 TJ de São Paulo torna Capez réu no caso da Máfia da Merenda - Jornal Brasil em Folhas
TJ de São Paulo torna Capez réu no caso da Máfia da Merenda


O Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo recebeu a denúncia feita pelo Ministério Público e tornou o deputado estadual e procurador de Justiça licenciado Fernando Capez (PSDB) réu por envolvimento no caso que ficou conhecido como Máfia da Merenda.

A denúncia foi recebida por 12 desembargadores que compõem o órgão e rejeitada por nove. A maioria entendeu que há, no inquérito, indícios suficientes para a instauração da ação penal. “Havendo indícios de autoria e prova da materialidade dos delitos descritos na inicial acusatória, a regra legal determina o recebimento da denúncia oferecida pelo Ministério Público e a instauração da persecução penal”, disse o desembargador Márcio Bártoli.

Além de Capez, o Órgão Especial ainda vai analisar o recebimento de denúncia contra mais sete acusados no mesmo inquérito.

Em 2016, a Assembleia Legislativa de São Paulo chegou a abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito, após os deputados serem pressionados por uma ocupação de estudantes secundaristas na assembelia, para “apurar e investigar o fornecimento de merenda escolar em todas as escolas estaduais nos contratos firmados por empresas e por cooperativas de agricultura familiar com o governo de São Paulo e municípios paulistas”.

Além disso, a CPI também apurou a ação de agentes públicos e políticos no esquema, que já é alvo de investigação pelo Ministério Público na Operação Alba Branca. No relatório final, a CPI apontou 20 responsáveis pelas irregularidades, mas não mencionou a participação de Capez que, na época, era presidente da Casa. Os nomes foram encaminhados ao Ministério Público.

Procurada pela Agência Brasil, a assessoria do deputado informou que ele recebeu com serenidade e respeito a decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo e que a votação apertada demonstra que sua inocência será provada.

Operação Alba Branca

A Operação Alba Branca foi deflagrada no dia 19 de janeiro de 2016. A Polícia Civil e o Ministério Público Estadual de São Paulo investigaram um esquema de fraude na compra de alimentos para merenda escolar de prefeituras e do governo paulista e que envolve principalmente contratos firmados com uma cooperativa de agricultura familiar (a Coaf). Segundo o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Ribeirão Preto, as fraudes nas contratações da merenda, feitas entre 2013 e 2015, somaram R$ 7 milhões, sendo R$ 700 mil destinados ao pagamento de propina e comissões ilícitas. O deputado federal Fernando Capez, que na época presidia a Assembleia Legislativa, era um dos investigados na operação.

Edição: Carolina Pimentel

 

Últimas Notícias

Empresários brasileiros apostam em alimentos e bebidas saudáveis
Temporal no RS deixa mais de 360 mil residências sem luz
Livro aborda mentiras contadas por presidentes do Brasil em 100 anos
Setor da cachaça lança manifesto contra carga tributária
Polícia busca PM sequestrado por criminosos na zona oeste do Rio
Bolsonaro passa bem e tem dreno retirado do abdome
PM encontra carro de policial sequestrado no Rio
Festival de Brasília termina hoje com entrega de premiações

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212