Assine Brasil em Folhas / Nuvem / Pressreader



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


24 de Sep de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade
 

...

...

 
Notícias
 Cade firma acordo de R$ 2,8 milhões com empresas de peças automotivas - Jornal Brasil em Folhas
Cade firma acordo de R$ 2,8 milhões com empresas de peças automotivas


O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) celebrou hoje (9) dois termos de compromisso envolvendo processos administrativos que apuraram a prática de cartel no mercado de peças automotivas. Os acordos renderam mais de R$ 2,8 milhões em compensações.

Ao celebrar o termo, as partes reconheceram a conduta de combinar com os concorrentes a fixação de preços e condições comerciais, dividiram o mercado entre concorrentes e trocaram informações comercial e concorrencialmente sensíveis, alinhando aumento de preços, combinando percentuais e datas para reajustes.

Um dos processos diz respeito a TRW Automotive, investigada pela prática de cartel com outras empresas, no setor de produção e comercialização de válvulas para motor, guias de válvulas e assentos de válvulas, tanto no Brasil quanto na Argentina. A investigação apurou que a conduta teve efeitos no mercado nacional independente de peças de reposição. Ao reconhecer a responsabilidade, os envolvidos no processo concordaram em pagar R$ 865.677,72 ao órgão.

Em outro processo, a empresa Leoni Wiring Systems France Sas também firmou termo de compromisso de cessação de prática de cartel. A empresa opera no mercado de chicotes elétricos e componentes automotivos elétricos e eletrônicos, que incluem unidades de controle eletrônico, caixas de junção, painéis e displays automotivos, sistema com cabo sensor ABS, cabos de alta tensão e componentes para veículos elétricos híbridos, cabo antena e conectores (PA)

“As investigações apontam evidências de fixação de preços e condições comerciais, compartilhamento de informações comerciais sensíveis e alocação de pedidos de cotações de clientes e divisão de mercados entre concorrentes”, disse o Cade. Neste acordo, foi determinado “o pagamento de contribuição pecuniária no valor total de R$ 2.010.875,81”, informou o Cade.

De acordo com o conselho, os procedimentos investigatórios ficarão suspensos até que seja declarado o cumprimento das obrigações previstas. O órgão afirmou ainda que as empresas se comprometeram a cessar as ilegalidades e a “colaborar com o órgão antitruste na elucidação dos fatos”, informou a assessoria do órgão.

Edição: Denise Griesinger

 

Últimas Notícias

Varejo perde R$ 19,5 bilhões em 2017 por danos em produtos e furtos
A partir deste sábado, candidatos só podem ser presos em flagrante
Brasileiros não se sentem prontos para lidar com a morte, diz pesquisa
Aos 95 anos, Gervásio Baptista recebe Medalha do Mérito Jornalístico
PF combate grupo criminoso responsável por contrabando de cigarros
Primavera começa hoje com possibilidade de novo episódio do El Niño
Facebook anuncia medidas para combater contas falsas e desinformação
Polícia Militar faz operação na Rocinha

MAIS NOTICIAS

 

Toffoli toma posse hoje na presidência do STF
 
 
Chanceler do Paraguai visita Brasil para negociar construção de pontes
 
 
Indústria recua em oito dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em julho
 
 
Brasil amplia investimento em educação infantil, diz OCDE
 
 
México investiga caso de deputadas forçadas a renunciar
 
 
A série de ataques de 11 de Setembro completa 17 anos

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2017 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212