Pressreader / UOL Banca / Nuvem



Siga, Curta e Compartilhe
#brasilemfolhas - #jonaldodia - #jornaldigital
#jornalbrasil - #newspaperbrazil - #jornalhoje


14 de Dez de 2018 - Jornal em tempo real - Expediente - Publicidade

 

 
Notícias
 Denúncias de estupro crescem quase 30% na Espanha - Jornal Brasil em Folhas
Denúncias de estupro crescem quase 30% na Espanha


A Espanha vive forte onda de manifestações, desde o final de abril, quando uma sentença, considerada branda, foi dada ao grupo de jovens conhecido como a manada, acusados por um estupro coletivo em 2016. O clima de revolta em que o país está imerso pode ter incentivado mais mulheres a denunciarem casos de violação. O número de denúncias aumentou mais de 28% no primeiro trimestre deste ano.

De acordo com um balanço divulgado pelo Ministério do Interior espanhol, apenas nos três primeiros meses deste ano, foram 371 denúncias de estupro, o que representa uma média de mais de quatro crimes por dia.

A revolta e a indignação levaram milhares de estudantes, a maioria mulheres, às ruas de diversas cidades espanholas ontem (10), em protesto à sentença dada pelo Tribunal de Navarra aos cinco acusados, após um julgamento longo e angustiante.

Os rapazes, com idades entre 27 e 29 anos, foram condenados a nove anos de prisão por abuso sexual, mas absolvidos do crime de agressão sexual, que inclui estupro. O entendimento da Justiça espanhola foi que, como a vítima não exerceu resistência, ficando imóvel e submissa às ordens que recebia, o crime de agressão não teria ocorrido.

Durante as manifestações de ontem, em Madri, as mulheres exibiam um grande cartaz onde se lia: Não é abuso, é violação. Nós, sim, acreditamos em você. Podia-se ler ainda cartazes com os dizeres nós somos a manada, em referência ao nome do grupo no whatsapp que os rapazes usavam para se comunicar e no qual se vangloriavam de suas conquistas e sexo em grupo.

Outra repercussão do caso foi a polêmica sobre a comissão criada para estudar a mudança no Código Penal, no que diz respeito aos crimes sexuais. A comissão, que era composta apenas por homens, foi alvo de protestos e terá número equilibrado de mulheres e homens.

Edição: Valéria Aguiar

 

Últimas Notícias

Deputado Marlúcio entrega título de Cidadã Goiana a cantora Joelma
Fundo Nacional do Idoso é aprovado na Câmara
Aval do TCU é suficiente para cessão onerosa, dizem técnicos da Corte
Acordo possibilitará investimentos privados em segurança pública
Vazamento de óleo afetará reprodução da fauna em mangue, diz ONG
Temer e Bolsonaro lamentam tragédia em Campinas
Jungmann coloca PF à disposição para apuração de caso de Campinas
Ministro da Cultura inicia comemorações aos 200 anos da independência

MAIS NOTICIAS

 

Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban
 
 
Demanda por bens industriais cresce 0,3% em outubro
 
 
Diálogo Brasil debate projeto Escola sem Partido
 
 
Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social
 
 
Polícia e MP de Goiás vão apurar denúncias contra médium João de Deus
 
 
ONG homenageia policiais militares mortos no estado do Rio

 

 
 
 
 


ÚLTIMAS EDIÇÕES DO JORNAL BRASIL EM FOLHAS

 
 




© 2008 - 2019 - BRASIL EM FOLHAS S/A - CENTRAL DE ATENDIMENTO +55 (62) 3040-8212